Eleições 2020: veja algumas curiosidades sobre os candidatos à Prefeitura de Maringá

Por: - 13 de novembro de 2020
Imagem ilustrativa / (Imagem/Empresa Brasil de Comunicação)

Maringá tem 13 candidatos à prefeitura, entre eles o atual prefeito, Ulisses Maia. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o município tem 432 candidatos aptos nesta eleições, com 406 candidatos à Câmara Municipal.

As Eleições 2020 estão programadas para acontecer neste domingo (15/11), e o Maringá Post reuniu algumas curiosidades sobre os candidatos à Prefeitura de Maringá e os respectivos vices.

Coronel Audilene e Marco Meger (11)

Coronel Audilene e Marco Meger / Reprodução

A candidata à prefeitura de Maringá pelo Progressistas (PP), Coronel Audilene, concorre ao cargo pela primeira vez com o apoio da família Barros. A Coronel foi indicada pela ex-governadora Cida Borghetti para ocupar o comando-geral da Polícia Militar do Paraná, sendo a 1ª mulher a exercer este cargo. 

Candidato a vice-prefeito de Coronel Audilene, Marco Meger, do Partido Socialista Brasileiro (PSB), já ocupou a cadeira de Vereador de Maringá, quando Edmar Arruda decidiu concorrer ao cargo de Prefeito Municipal nas eleições de 2004.

O ex-coordenador de Projetos Governamentais, Marcos Meger, foi exonerado de cargo em comissão em 2018, ao fazer referência a irregularidades eleitorais em áudio. 

Os candidatos da coligação Cuidar de Maringá, formada pelos partidos PSB e PP têm o apoio 44 candidatos a vereadores.

Carlos Mariucci e Professor Peluso (13)

Carlos Mariucci e Professor Peluso
Carlos Mariucci e Professor Peluso / Reprodução

Carlos Mariucci, candidato a prefeito de Maringá pelo Partido dos Trabalhadores (PT), exerce o segundo mandato como vereador.  Uma das propostas do artista plástico é a implementação da Tarifa Mínima no Transporte Público, em que o preço da passagem seria fixado no valor de R$ 2,00. 

O candidato a vice-prefeito de Mariucci, Professor Peluso, havia sido confirmado como candidato a prefeito de Maringá na convenção do Partido Democrático Trabalhista (PDT). No entanto, Peluso desistiu, e o partido coligou com o PT. 

Maringá Para Todos, coligação entre o Partido dos Trabalhadores (PT), Partido Democrático Trabalhista (PDT) e Partido Comunista do Brasil (PC do B), conta com o apoio de 45 candidatos a vereadores.

Bovo e César Moreno (19)

Bovo e César Moreno / Divulgação

O ex-secretário municipal de São Jorge do Ivaí, que exerceu o cargo por 11 anos, José Luiz Bovo, é candidato à Prefeitura de Maringá pelo Podemos. Bovo também assumiu a prefeitura da cidade de São Jorge, que fica a 49 Km de Maringá, por três mandatos, 1989 a 1992; 1997 a 2000 e 2001 a 2004. 

Além disso, Bovo foi presidente da Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense (Amusep), secretário de Gestão e Fazenda de Maringá por 10 anos e secretário da Fazenda do Estado do Paraná em 2018. 

O candidato a vice-prefeito pelo Podemos (PP), o advogado César Moreno, atua como conselheiro seccional da OAB Paraná.

A coligação entre os partidos Podemos e Solidariedade, Maringá Pode Mais, é apoiada por 22 candidatos a vereadores do Podemos. O Solidariedade não tem candidatos à Câmara de Maringá.

Akemi Nishimori e Zé Português (22)

Akemi Nishimori e Zé Português / Divulgação

A candidata à Prefeitura de Maringá pelo Partido Liberal (PL), Akemi Nishimori, é esposa do Deputado Federal Luis Nishimori (PL), denunciado em 2018 por contratar funcionários fantasmas que teriam causado desvios de R$ 2,8 milhões

Akemi Nishimori concorreu nas Eleições de 2008 como vice-prefeita de João Ivo, pelo partido Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) e nas Eleições de 2016 concorreu como vice-prefeita de Silvio Barros, pelo anteriormente Partido da República. 

O candidato a vice-prefeito pelo PL, Zé Português, também concorreu a duas eleições a vereador, 2012 pelo Partido Humanista da Solidariedade (PHS) e 2016 pelo Partido Republicano Progressista (PRP). 

A coligação entre o PL e PRTB (Partido Renovador Trabalhista Brasileiro), Força Maringaense, tem o apoio de 25 candidatos à Câmara de Maringá.

Valdir Pignata e Professor José Vilchenski (23)

Valdir Pignata e Professor José Vilchenski / Divulgação

Valdir Pignata, candidato a prefeito pelo Cidadania, já exerceu o cargo de vereador suplente pelo Podemos em 2016. Pignata já ocupou a diretoria do Procon de Maringá e foi secretário municipal de Trânsito. Ele também atuou como diretor de Administração e Finanças no Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar).

O candidato a vice-prefeito pelo Cidadania é o Professor José Vilchenski. O partido tem apenas 4 candidatos a vereadores.

Dr. Batista e Lilian Moraes (25)

Dr. Batista e Professora Lilian Moraes / Reprodução

Dr. Batista, do partido Democratas (DEM), é médico há 30 anos, e está concorrendo à Prefeitura de Maringá pela 4ª vez (2004, 2008 e 2012). Ele foi vereador do município de 1993 a 2000 e Deputado Estadual entre 2007 e 2014. Veja os planos de governo de cada candidato.

A professora Lilian Moraes, do Democracia Cristã (DC) é docente do ensino superior e casada com o professor Carlos Alexandre de Moraes, presidente local do DC. 

A Coligação Maringá Pode Ser Melhor é formada pelo DEM, DC e PMN (Partido da Mobilização Nacional) e tem o apoio de 22 vereadores.

Annibal Bianchini e Cristiane Tazinafo (36)

Annibal Bianchini e Cristiane Tazinafo / Divulgação

Annibal Bianchini, candidato a Prefeitura de Maringá pelo Partido Trabalhista Cristão (PTC), de apenas 29 anos, concorreu a uma vaga na Câmara de Maringá em 2016. O empresário foi presidente Clube Rotary-ACIM na gestão 2019/2020.

Bianchini, que tem o apoio de 23 vereadores, não tem acesso ao horário eleitoral gratuito nas Eleições 2020. Veja quanto tempo cada candidato a prefeito de Maringá vai ter na propaganda eleitoral gratuita.

A candidata a vice-prefeita pelo PTC, Cristiane Tazinafo, está concorrendo pela 1ª vez a um cargo político. Tazinafo é empresária no ramo de eventos e especialista em festas de 15 anos e formaturas. 

Evandro Oliveira e Vanessa Lollato (45)

Evandro Oliveira e Vanessa Paludetto Lollato / angelorigon.com.br

Evandro de Freitas Oliveira, candidato à Prefeitura de Maringá pelo Partido Partido Social Democracia Brasileira (PSDB), cursou administração, direito, formou-se em Gestão de Recursos Humanos.

Prestou concurso para tabelião, sendo atualmente o titular do 3° Cartório de Registro de Imóveis de Maringá, e em 2000 inaugurou o Centro Universitário Metropolitano de Maringá (Unifamma).

A candidata a vice-prefeita de Oliveira, Vanessa Lollato (PSDB), é candidata pela 1ª vez a um cargo político. Os candidatos pelo PSDB têm o apoio de apenas 2 vereadores.

Eliseu Fortes e Eliane Silva (51)

Eliseu Fortes e Eliane Silva / Divulgação

Eliseu Fortes, candidato a Prefeitura de Maringá pelo Patriota, está concorrendo pela 1ª vez ao cargo. O advogado, atuante há mais de 20 anos, se formou na Universidade Estadual de Maringá.

Fortes acredita que “as pessoas que ocupam cargos públicos devem fazer gestão pelo município, e não a famosa “política” – vulgo “politicagem””.

A candidata a vice-prefeita de Eliseu Fontes, Eliane Silva, também está concorrendo a um cargo político pela 1ª vez. Ambos tem o apoio de 23 vereadores, os quais são filiados ao partido Patriota.

Ulisses Maia e Edson Scabora (55)

Ulisses Maia e Edson Scabora / Prefeitura de Maringá

O atual prefeito de Maringá, Ulisses Maia, está concorrendo a reeleição do cargo pelo Partido Social Democrático (PSD). Ele é membro fundador da Academia de Letras de Maringá (ALM) e foi eleito vereador e conduzido a presidente do Legislativo entre 1997 a 2000. Ulisses também foi chefe do Núcleo Regional de Educação (NRE) e diretor do Procon entre 2005 e 2006.

Atuou como chefe de Gabinete da Prefeitura de Maringá entre os anos de 2006 e 2010. No ano seguinte, assumiu o cargo de secretário de Assistência Social. Em 2014, Ulisses Mais concorreu ao cargo de Deputado Federal, mas não foi eleito.

Vice de Maia, Edson Scabora, é proprietário do Colégio Anglo Maringá e concorre novamente ao cargo de vice-prefeito de Ulisses pelo Movimento Democrático Brasileiro (MDB)

A coligação entre os partidos PSD, MDB, PSL (Partido Social Liberal) e Rede (Rede Sustentabilidade), Maringá Sempre À Frente, tem o apoio de 19 vereadores do PSD, 19 do MDB, 23 candidatos pelo PSL e 17 da Rede.

Segunda pesquisa eleitoral mostra Ulisses Maia na liderança, seguido de Homero Marchese e Coronel Audilene.

Rogério Calazans e Luzinete Peder (70)

Rogério Calazans e Luzinete Peder / Reprodução

Rogério Calazans concorre a Prefeitura de Maringá pelo partido Avante. Calazans participou das Eleições de 2010, concorrendo ao cargo de deputado estadual pelo Partido Comunista do Brasil (PC do B).

Nas Eleições de 2012 e 2016 aspirou uma cadeira na Câmara Municipal de Maringá, sequentemente, pelo Partido dos Trabalhadores e Partido Trabalhista Brasileiro, mas não foi eleito.

Rogério Calazans assumiu a direção do Procon de Maringá e a Secretaria de Gestão da administração na gestão de Ulisses Maia, época em que depôs à CPI do Transporte Coletivo da Câmara.

Além da vida política, participa da Igreja Evangélica Presbiteriana Renovada como Pastor e leciona na Associação de Homens de Negócio do Evangelho Pleno (Adhonep).

A candidata a vice-prefeita pelo Avante, Luzinete Peder (Lu Peder), é graduada em Psicologia na Universidade Estadual de Maringá (UEM), Teologia no Centro Universitário de Maringá (UniCesumar) e pós-graduada em Psicopedagogia pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Jacarezinho (FAFIJA/ UENP).

Além disso, tem formação como assistente de Enfermagem, capelã e socorrista nos Estados Unidos.

O candidato a prefeito de Maringá tem o apoio de 23 vereadores.

Homero Marchese e Coronel Fahur (90)

Homero Marchese e Coronel Fahur / Reprodução

O Partido Republicano da Ordem Social tem como candidato a prefeito de Maringá Homero Marchese, que em outubro de 2018 foi eleito deputado estadual no Paraná. 

Marchese foi servidor concursado do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE/PR), em 2007. No entanto, após cinco anos de trabalho, o maringaense resolveu pedir demissão por divergências com o conselheiro Nestor Baptista.

Em 2017, uma investigação contra Romero Marchese foi aprovada. O relator da Comissão Processante foi Carlos Mariucci.

O Coronel Fahur, candidato a vice-prefeito de Marchese, é irmão do deputado federal Sargento Fahur e do delegado da Polícia Civil de Maringá, Laércio Cardoso Fahur.

A coligação Independência Para Limpar Maringá, formada pelos partidos PROS, PSC (Partido Social Cristão), Republicanos, PTB (Partido Trabalhista Brasileiro) e PV (Partido Verde), tem o apoio de 89 candidatos a vereadores.

Professor Edmilson e Osmar Jhamaica (50)

Professor Edmilson e Osmar Jahmaica / Reprodução

O candidato a prefeitura pelo Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), Professor Edmilson, concorreu nas Eleições de 2012 como vereador, mas não foi eleito. O professor de Ciências Contábeis da Universidade Estadual de Maringá (UEM), mestre em Administração de Empresas pela (UEM/UEL – Universidade Estadual de Londrina) e doutor em Administração Pública e Governo pela Fundação Getúlio Vargas (FGV/SP), já foi presidente da Seção Sindical dos Docentes da UEM (SESDUEM).

Osmar Jahmaica, candidato a vice-prefeito, está concorrendo a um cargo político pela primeira vez. Jahmaica, servidor público aposentado do Ministério da Saúde, tem uma história de luta como dirigente sindical, como defensor da saúde pública e como ativista cultural junto ao Centro Cultural Jhamayka, em Maringá.

Os candidatos a Prefeitura de Maringá pelo PSOL tem o apoio de 3 candidatos a Câmara Municipal de Maringá.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.