Empresários e empregados do setor de eventos fazem ato em Maringá. Veja como foi

Protesto foi realizado em frente à prefeitura e à Câmara de Maringá / Divulgação

Na manhã desta terça-feira (22/9), empresários e funcionários que atuam no setor de eventos realizaram um ato em Maringá. Com um caixão e com roupas pretas, o protesto chamou a atenção na porta da prefeitura e em frente à Câmara Municipal.

O setor reclama que foi esquecido por ter sido obrigado a ficar mais de 150 dias parado, o que prejudicou a centenas de famílias. O vídeo abaixo, gravado pela jornalista Rose Leonel, mostra um pouco do ato em Maringá.

Em abril, logo após a publicação dos primeiros decretos que impediram a realização de eventos em Maringá, o setor lançou uma campanha para pedir que as pessoas não cancelassem os eventos, mas sim agendassem uma nova data.

O Maringá e Região Convention calcula uma perda de R$ 30 milhões para o setor, com o cancelamento das atividades.

A situação tende a melhorar um pouco para algumas das empresas do setor a partir de 28 de setembro, quando vão ser liberados na cidade os eventos com até 100 pessoas.

O ato em Maringá foi realizado nesta terça-feira porque o decreto que autoriza o retorno de algumas atividades não atende a 100% das reivindicações.

Setor faz ação para demonstrar perdas com a paralisação da atividades / Rose Leonel
Últimas vagas de Empregos