Lago do Parque do Ingá ganha cinco aeradores para combater algas

Dois dos aeradores instalados no lago do Parque do Ingá / Aldemir de Moraes

A Secretaria de Meio Ambiente e Bem Estar Animal (Sema) instalou cinco aeradores no lago do Parque do Ingá. A medida previne a proliferação de algas que podem comprometer a fauna aquática em período de falta de chuvas.

Três equipamentos foram adquiridos com recursos da Sema e dois foram adquiridos por empresas e repassados ao município por meio de medidas compensatórias de empreendimentos.

Os equipamentos foram instalados em posições estratégicas para incorporar oxigênio e quebrar a barreira de estratificação da água, o que impede a ocorrência de níveis diferentes de temperatura e oxigênio e deixa os lagos mais homogêneos.

O biólogo da Sema, Rogério, explica que os aeradores contribuem para a manutenção da vida aquática na época de estiagem. “O Lago do Parque do Ingá é abastecido principalmente pelas águas pluviais. A estiagem e redução do vento impedem a movimentação da lâmina de água, prejudicando dessa forma a fauna aquática”, destaca.

Últimas vagas de Empregos