Ação busca recursos para entidade de apoio a pessoas LGBTQ+

Neste domingo (23/6), no Atari Bar, tem o evento “Orgulho que fala: 50 anos da revolta de Stonewall e resistência LGBTQ+ no cenário maringaense”. O evento é mais uma das ações na cidade para arrecadar recursos para uma entidade de apoio a pessoas LGBTQ+.

Localizada atualmente em Sarandi, a Casa de Missão Amor Gratuito existe há nove anos e acolhe gays, lésbicas, travestis e transgêneros que buscam refúgio. São pessoas LGBTQ+ que acabaram expulsas de casa e precisam de apoio para recomeçar.

Os custos fixos do abrigo chegam a R$ 3 mil mensais. As principais dificuldades são a manutenção do aluguel, gás, conta de água e energia elétrica.

Para colaborar com a entidade que atende às pessoas LGBTQ+, a Brazutopia, coletivo de experiências, lançou a campanha “Meu Orgulho ninguém tira”.

Vários produtos, como camisetas, canecas e broches, foram criados e tem sido vendidos pela internet e em eventos como o de domingo, no Atari Bar. Na ocasião, vai haver uma roda de conversa com nomes importantes do movimento em Maringá, além da exposição de obras de arte criadas por artistas ligados à comunidade LGBTQ+.

A expectativa dos organizadores da campanha, que segue até 15 de julho, é a arrecadação de recursos para Casa de Missão Amor Gratuito.

Serviço:

  • Orgulho que fala: 50 anos da revolta de Stonewall e resistência LGBTQ+ no cenário maringaense
  • Data: 23/06 (Domingo)
  • Horário: 17h
  • Local: Atari Bar – Av. Prudente de Morais, 945 – Zona 7, Maringá (PR)
Últimas vagas de Empregos