Morte de mais de 200 carpas leva ao fechamento do Parque do Japão

O Parque do Japão de Maringá vai ficar fechado até sexta-feira (14/6). A medida vai ser tomada para permitir a investigação da morte de mais de 200 carpas.

O parque vai ser reaberto parcialmente neste sábado (15/6). Acesse aqui e tenha mais informações sobre a morte dos peixes. 

O óbito dos peixes começou a ser percebido há 15 dias. Segundo a Prefeitura de Maringá, a análise inicial em exemplares mortos, coletados na quarta-feira (5/6), não foi conclusiva. O trabalho foi realizado por profissionais da UEM.

Com o fechamento do Parque do Japão à visitação, as carpas vão ser transferidas do lago maior para o menor, onde vão ser instalados aereadores, que trabalham para aumentar a oferta de oxigênio na água.

Também está programada a despesca de espécies como tilápia e cascudo, também presentes nos lagos.

Amostras de água vão ser coletadas em diversos pontos (lagos, poço artesiano e nascentes) e vão ser encaminhadas para análise para verificar possível contaminação por emissão irregular de esgoto e até mesmo agrotóxicos, usados em terrenos do entorno para erradicar mato.

Amostra de sedimentos do lago esvaziado também será coletada para estudo. A Secretaria do Meio Ambiente vai fiscalizar empresas localizadas ao redor do parque para identificar eventuais situações irregulares em relação ao descarte de esgoto ou outros produtos contaminantes na rede.

A rede coletora de águas pluviais da região também vai ser investigada. Não se descarta manter o parque fechado por período mais longo, considerando a evolução das investigações e suas conclusões.

Últimas vagas de Empregos