Onze praias impróprias para banhos no Paraná

Praia de Caiobá passou no teste do IAP / Arquivo ANPr

A temporada de praias começou com boas condições nas águas do litoral paranaense. Apenas uma praia, entre 49 pontos monitorados, está com condições impróprias para banhos no Paraná.

O ponto impróprio para banho no Litoral é a Ponta da Pita. Ao todo, são monitorados semanalmente 49 pontos na região: 13 pontos em Guaratuba, 14 em Matinhos, 11 em Pontal do Paraná, 6 na Ilha do Mel, 3 em Morretes e 2 em Antonina.

O boletim do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) para o litoral paranaense também indica 10 locais considerados permanentemente impróprios para banho, em qualquer época do ano, principalmente por se encontrarem na foz de rios poluídos.

O monitoramento feito pelo IAP durante toda temporada de verão, em locais de maior fluxo de veranista, avalia a concentração de bactérias Escherichia coli (E.coli) na água.

As análises possibilitam verificar a contaminação por esgoto sanitário clandestino e fezes humanas e de animais de sangue quente, avaliando a possibilidade de uso da água para atividades de lazer de contato primário, ou seja, de contato direto e prolongado, como natação, mergulho, esqui aquático.

No interior do Paraná, o monitoramento feito na Costa Oeste e Norte do Estado mostra que todos os pontos monitorados estão próprios para banho. A qualidade da água é avaliada em 17 pontos de praias artificiais e represas.

A avaliação acontece nas cidades de Foz do Iguaçu, Santa Terezinha de Itaipu, São Miguel do Iguaçu, Itaipulândia, Missal, Santa Helena, Entre Rios do Oeste, Marechal Cândido Rondon e em Primeiro de Maio.

O veranista pode se orientar de acordo com as bandeiras na orla das praias, nos rios e nos reservatórios, que indicam se os locais estão próprios ou impróprios para banho.

Nesta temporada, o IAP emitirá 11 boletins, três a mais que a temporada anterior. Os boletins serão divulgados todas as sextas-feiras, durante a temporada de verão. Os veranistas podem conferir, semanalmente, os boletins no site do IAP.

Confira a íntegra dos primeiros boletins do litoral e do interior.

Últimas vagas de Empregos