Cinco partidos vão receber fatia de R$ 881 milhões do governo para eleições

Junto a aprovação do fim das doações de empresas, a Câmara dos Deputados e o Senado aprovaram a criação do Fundo Especial de Financiamento de Campanha, por meio da Lei 13.487/2017, que soma R$ 1,716 bilhão de recursos públicos para as eleições de 2018.

A distribuição foi definida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e cinco partidos vão distribuir pouco mais da metade do dinheiro. Cálculos da Agência Brasil indicam que MDB, PT, PSDB, PP e PSB vão ficar com R$ 881,79 milhões

O partido que mais receberá recursos será o MDB com R$ 234,19 milhões (13,64%), seguido pelo PT, R$ 212,2 milhões (12,36%), e PSDB, com R$ 185,8 milhões (10,83%).

O PP (7,63%) ficará com R$ 130,9 milhões e o PSB (6,92%), com R$ 118,7 milhões.

O Partido Novo, PMB, PCO e PCB (0,57%) serão as legendas com a menor fatia do fundo eleitoral, tendo direito a R$ 980 mil cada.

Veja abaixo a porcentagem que cada partido tem direito no fundo eleitoral:

PMDB – 13,64%

PT – 12,36%

PSDB – 10,83%

PP – 7,36%

PSB – 6,92%

PR – 6,59%

PSD – 6,52%

DEM – 5,19%

PRB – 3,9%

PTB – 3,62%

PDT – 3,58%

SD – 2,33%

PTN (Podemos) – 2,1%

PSC – 2,09%

PCdoB – 1,77%

PPS – 1,7%

PV – 1,43%

PSOL – 1,24%

Pros – 1,23%

PHS – 1,05%

PTdoB (Avante) – 0,72%

Rede – 0,62%

Patriota – 0,57%

PSL – 0,53%

PTC – 0,36%

PRP – 0,31%

PSDC – 0,24%

PMN – 0,22%

PRTB – 0,22%

PSTU – 0,57%

PPL – 0,57%

PCB – 0,57%

PCO – 0,57%

PMB – 0,57%

Novo – 0,57%

Últimas vagas de Empregos