Ulisses Maia evita falar em reeleição e não dá prazo para conclusão do Terminal Intermodal

Por: - 24 de dezembro de 2019
Ulisses Maia afirma que por decisão pessoal não deixa o PDT / Divulgação PMM

Considerado nos bastidores como candidato natural à reeleição em 2020, Ulisses Maia (PDT) evita falar sobre o assunto. Na opinião do prefeito, ainda está cedo para discutir sobre uma possível candidatura e também sobre mudanças partidárias. 

“Não penso sobre isso, não falo sobre isso e pedi para que a nossa equipe não misture campanha com o trabalho. Nós temos que trabalhar intensamente para apresentar um mandato com qualidade, aprovação e com a população satisfeita. Chegando em julho ou agosto, aí sim é a hora de conversar e avaliar. Neste momento não penso em reeleição”, diz. 

A relação de Ulisses Maia com o governador Ratinho Junior (PSD), desde o período da campanha eleitoral em 2018, também levanta especulações de que Maia poderia mudar de partido para disputar a reeleição em 2020. Durante a Expoingá, o prefeito disse para o Maringá Post que recebeu convite para se filiar ao PSD e que não descartava a mudança de sigla

Maia diz ter recebido convites de várias siglas além do PSD, como Podemos, MDB e PSB. Ele afirma que não pensa em mudar de partido e há um fator que pode pesar na decisão de deixar o PDT: o prefeito participa da militância do partido desde a juventude, quando tinha 15 anos. “Eu não quero. Por minha decisão pessoal, eu não vou sair do PDT”, afirma. 

Questionado sobre possíveis coligações e chapas, Ulisses Maia diz que, se for disputar a reeleição, pretende manter Edson Scabora (MDB) como vice. Ele também espera apoio do PSD e do governador. “Se eu for candidato à reeleição, ele [Ratinho Junior] tem manifestado claramente que vai apoiar a gente, não tenho dúvidas que isso vai acontecer”.

Prefeito não dá prazo para entrega do Intermodal  

Assim como a reeleição, Ulisses Maia prefere não falar sobre o prazo de entrega do Terminal Intermodal. Anteriormente, a previsão é que a obra fosse concluída ainda em novembro.

“Depois dessa cobrança, a gente não fala mais em data. Pode ser que a gente fala uma data e a data não acontece por questões que não dependem da prefeitura, a prefeitura acaba pagando o preço. Nós estamos cobrando o mais rápido possível e, estando pronto, entregamos no dia seguinte”, diz Maia. 

Segundo ele, o Terminal Intermodal está em fase de conclusão, mas contratempos podem atrasar a obra e também adiar a entrega. Na semana anterior ao Natal, por exemplo, as obras de recape no entorno do terminal foram interrompidas por causa das chuvas.  

“[O terminal] está praticamente pronto, já foram retirados alguns tapumes e, pela complexidade da obra e o valor investido, eu acredito que o tempo está bastante curto, vai estar dando dois anos e meio de obra”, afirma.  

Tapumes do Terminal Intermodal começaram a ser retirados / Divulgação PMM

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.