As principais notícias de Maringá na segunda-feira (8/7) no Briefing do Post

Por: - 8 de julho de 2019

Briefing: 90 interessados nas eleições do Conselho Tutelar, preços dos combustíveis e Padilha deixa Segurança 

Olá, aqui é o Murilo. Chega a 90 o número de interessados em conquistar uma das dez vagas do Conselho Tutelar de Maringá. Dentre os pré-candidatos, a maioria teve problemas com a documentação e lista oficial de candidatos não saiu. Escolha é por votação popular, marcada para outubro. Postulantes ainda precisam passar por provas. 

O diretor do Procon participa de sabatina com os vereadores nesta terça. Assunto principal vai ser o preço dos combustíveis. Na administração municipal, o coronel Padilha decidiu sair da Secretaria de Segurança. Nos últimos meses, ele esteve focado no Estatuto da Guarda Municipal e na conquista do porte de armas para os agentes. 

A votação sobre o reajuste dos servidores pela Assembleia Legislativa tende a ficar para agosto. Novas categorias aderiram à greve e ainda não há acordo com o governo. As obras de duplicação na Avenida Carlos Borges vão interromper o fornecimento de água em seis bairros nesta terça. 

Vai ter palestra sobre fake news na Câmara de Maringá na tarde desta terça e, para fechar, tem o desempenho da garotada da natação da cidade no festival de inverno. Boa leitura!

Número de inscritos para eleição do Conselho Tutelar de Maringá quase triplica em 2019 comparado a 2015

Diretor do Procon vai à Câmara de Maringá debater fiscalização do preço dos combustíveis com vereadores

Coronel Padilha deixa a Secretaria de Segurança de Maringá

Votação de reajuste dos servidores na Alep fica para o 2º semestre. Funcionários da saúde aderem à greve em Maringá

Obras na Avenida Carlos Borges interrompem abastecimento de água em 6 bairros

Tem palestra sobre fake news nesta terça, na Câmara de Maringá

APAN Maringá fica em terceiro no Estadual de Natação de Inverno Mirim/Petiz

Este foi mais um Briefing do Maringá Post. Até amanhã!

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.