Júri do caso Sevilha é cancelado após um dos sete jurados ter problemas de saúde

Por: - 9 de março de 2020
Julgamento do caso Sevilha começou na terça-feira (3/3) / Divulgação Justiça Federal

Por meio de nota, a Justiça Federal informou que o júri do caso Sevilha precisou ser cancelado neste domingo (8/3). O motivo é que um dos jurados apresentou problemas de saúde durante o julgamento.

A nota informa que “o magistrado da 3ª Vara Federal de Maringá dissolveu o Conselho de Sentença do caso Sevilha na madrugada desse domingo (8/3), por constatação de perícia judicial da falta de condições de saúde de uma pessoa sorteada para o conselho de sentença”.

Um nova data foi marcada para o julgamento. A próxima sessão do júri vai ser realizada no dia 5/5/2020, a partir das 8h30, no auditório da Justiça do Trabalho de Maringá.

O sorteio dos jurados vai ocorrer no dia 14/4/2020, às 14h30, na Justiça Federal. Como foi novamente dissolvido, as testemunhas do caso vão ter que ser ouvidas novamente.

O Tribunal do Júri do caso de homicídio do auditor-fiscal da Receita Federal foi retomado na terça-feira (3/3), seis meses após a dissolução da última sessão de julgamento.

Na ocasião, o júri havia sido dissolvido devido ao abandono do julgamento por advogados de defesa. A atitude dos defensores foi penalizada pela Justiça Federal. Os advogados foram multados em 100 salários mínimos.

O crime ocorreu em 29 de setembro de 2005, em Maringá. O auditor-fiscal da Receita Federal, José Antônio Sevilha, 43 anos, foi vítima de uma emboscada.

A ação penal envolve três dos cinco réus da prática do crime de homicídio. Um dos imputados nunca foi localizado, tendo sido o processo desmembrado em relação a este, e outro faleceu.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.