Paraná investe R$ 122 milhões em parques, calçadas e praças

As obras incluem a implantação ou reforma de praças, parques urbanos e municipais e calçadas, para deixá-los mais sustentáveis e inclusivos.
Foto: José Fernando Ogura / AEN

Transformar cidades em ambientes urbanos sustentáveis e inclusivas. Essa é uma das propostas dos programas de urbanização desenvolvidos pela Secretaria do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas. A pasta viabilizou 223 ações em 125 municípios com o investimento de R$ 122.372.116,70 nos últimos três anos e meio. Os recursos são do Programa de Transferência Voluntária, operações de crédito do Sistema de Financiamento aos Municípios (SFM) e contrapartidas municipais.

As obras, realizadas de acordo com padrões que promovem a sustentabilidade, incluem a implantação ou reforma de praças, parques urbanos, parques municipais e calçadas. São demandas apresentadas ao Estado e executadas pelas prefeituras, viabilizadas por intermédio da SEDU e com a análise de técnicos do Serviço Social Autônomo Paranacidade.

Dos recursos autorizados, R$ 69.410.530,91 foram destinados a 148 ações pelo Programa de Transferência Voluntária e incluem R$ 10.016.338,77 em contrapartidas municipais. As operações de crédito permitiram a execução de 75 projetos que, somados, chegam a R$ 52.961.585,79 em investimentos.

Foto: José Fernando Ogura / AEN

“Estamos falando de melhores condições ambientais, maior mobilidade para as pessoas, acessibilidade, mais segurança aos pedestres, ciclistas e motoristas, da garantia de espaços verdes, galerias e permeabilidade do solo para o escoamento da água da chuva”, enfatizou o secretário de Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas, Augustinho Zucchi.

“Uma cidade inclusiva proporciona, em todos os espaços públicos, o acesso universal, o que inclui adultos, crianças, jovens, idosos e pessoas com deficiência. É isso que buscamos desde 2019 no Paraná”, complementou o analista de Desenvolvimento Municipal do Paranacidade, Geraldo Luiz Farias. “Outras preocupações são acrescentar aos espaços urbanos aspectos agradáveis, como arborização, jardins, pisos tácteis e rampas de acesso”.

Dados divulgados pela Agência Estadual de Notícias do Paraná.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.