Com proposta de R$ 16,9 milhões, Contersolo vence licitação para duplicação dos viadutos do Contorno Norte

Por: - 10 de dezembro de 2020
Contorno Norte foi inaugurado faltando um viaduto inteiro, na Avenida Américo Belay, e as seis duplicações / Arquivo PMM

A empresa Contersolo, de Mandaguaçu, foi declarada vencedora da licitação para duplicação dos viadutos do Contorno Norte de Maringá. A construtora foi a única participante da licitação e apresentou proposta de R$ 16,9 milhões. O valor é 6,8% menor do que o teto estimado no edital de R$ 18,2 milhões.

A abertura dos envelopes com a proposta da empresa ocorreu na quarta-feira (9/12) (veja aqui a ata da reunião). Segundo o secretário de Obras Públicas, Albari de Medeiros, o próximo passo da comissão de licitação será analisar as composições de custo apresentadas pela empresa, como recomenda o Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR). 

“Será uma semana para analisar as planilhas e posteriormente dar nossa análise para homologação. Para iniciar a obra ainda precisamos enviar para análise do Dnit [Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes] em Brasília”, explicou o secretário.

De acordo com Medeiros, não há prazo para que o órgão conclua essa análise final. Apesar disso, a previsão do secretário é que as obras comecem no primeiro trimestre de 2021.

A obra prevê a duplicação de seis viadutos nas avenidas Mandacaru, São Judas Tadeu, Kakogawa, Tuiuti, Guaiapó e Franklin Delano Roosevelt, além da construção de duas faixas de viaduto na Avenida Américo Belay. No cronograma apresentado, a Contersolo definiu prazo de 16 meses para conclusão dos viadutos. O início das obras será nos viadutos das avenidas Mandacaru e São Judas Tadeu.

A execução das obras é aguardada desde janeiro de 2014, quando o contorno foi inaugurado com problemas de acessibilidade entre os bairros. O contorno foi construído pela Construtora Sanches Tripoloni e custou R$ 412 milhões. A construção começou em 2008 e levou mais de cinco anos para ficar pronta. Em 2014, a obra foi inaugurada faltando um viaduto inteiro, na Avenida Américo Belay, e as seis duplicações.

Em fevereiro do ano passado, a prefeitura contratou a empresa Atlântico Sul Consultoria e Projetos S/S Ltda para a elaboração dos projetos. De acordo com o secretário de Obras Públicas, os projetos foram concluídos em julho e enviados para análise do Dnit. Desde então, a prefeitura aguardava a liberação para licitar a obra.

Em maio deste ano, a prefeitura informou que o Dnit havia autorizado as obras. O edital de licitação foi publicado no final de outubro, a menos de 20 dias das eleições 2020.

- Quer receber as notícias no seu WhatsApp? Clique aqui.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.