Dnit autoriza projetos e libera obras nos viadutos do Contorno Norte de Maringá

Por: - 15 de abril de 2020
Prefeitura aguardava autorização do Dnit para iniciar a obra desde 2017 / Prefeitura de Maringá

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) autorizou as obras no Contorno Norte de Maringá. A portaria que aprovou os projetos ainda precisa ser publicada no Diário Oficial da União. Após a publicação, a prefeitura pode licitar a duplicação dos seis viadutos e a construção de um novo na Avenida Américo Belay.

“A portaria indica que houve aprovação dos projetos básicos e executivos para licitação dos viadutos. Estamos aguardando agora a publicação no Diário Oficial da União e na sequência o Dnit vai enviar um modelo do edital de licitação para que a prefeitura possa dar início ao processo”, explicou o secretário de Obras Públicas, Albari de Medeiros.

Apesar da pandemia de coronavírus e alguns serviços paralisados, a prefeitura pretende dar início ao processo licitatório. A obra será licitada com preço máximo de R$ 21.325.985,21. Os recursos foram liberados pelo governo federal por meio do Dnit. Apenas uma única empresa será responsável pela duplicação dos viadutos. O prazo de execução é de 16 meses.

Em fevereiro do ano passado, a prefeitura contratou a empresa Atlântico Sul Consultoria e Projetos S/S Ltda para a elaboração dos projetos. De acordo com o secretário de Obras Públicas, os projetos foram concluídos em julho e enviados para análise do Dnit. Desde então, a prefeitura aguardava a liberação para licitar a obra.

Segundo Albari de Medeiros, durante análise, o Dnit solicitou alterações que postergaram a aprovação definitiva do projeto. O órgão solicitou adequações no entorno e a instalação de semáforos nos cruzamentos.

“Não foi simplesmente um projeto de viadutos, foi um projeto de entorno também. O Dnit solicitou as soluções técnicas dos viadutos para ficarem adequados e seguros, de forma que tivessem uma qualidade de pista, por se tratar de um obra de rodovia federal”, afirmou Albari de Medeiros.

De acordo com o projeto, vão ser duplicadas as faixas das avenidas Mandacaru, São Judas Tadeu, Kakogawa, Tuiuti, Guaiapó e Franklin Roosevelt, além da construção de duas faixas de viaduto na Avenida Américo Belay.

O contorno foi construído pela Construtora Sanches Tripoloni e custou R$ 412 milhões. A construção começou em 2008 e levou mais de cinco anos para ficar pronta. Em 2014, a obra foi inaugurada faltando um viaduto inteiro (Avenida Américo Belay) e as seis duplicações.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.