Prefeitura de Maringá confirma segundo caso de coronavírus. Decreto ‘fecha’ cidade nesta sexta

Por: - 19 de março de 2020
Imagem ilustrativa / cdc.gov

A Prefeitura de Maringá confirmou no começo da noite desta quinta-feira (19/3) o segundo caso de coronavírus. O boletim divulgado às 19 horas também mostra que há 22 casos suspeitos em investigação.

Os detalhes sobre o paciente que também teve a doença confirmado ainda não foram divulgados.

O que se sabe até o momento é que se trata de um homem de 36 anos que chegou recentemente da Itália. Em nenhum momento, pelo que consta até o momento, a pessoa passou por atendimento na rede pública.

Ainda não há informação sobre seu estado de saúde e nem se a pessoa permanece em casa ou internada em um hospital particular.

A primeira paciente, de 46 anos, que apresentou o coronavírus permanece internada na Santa Casa de Maringá, em estado estável.

A partir desta sexta-feira (20/3) começa a valer o decreto que determina o fechamento do comércio de rua, dos shoppings centers, academias e do comércio atacadista. Veja todos os detalhes aqui.

As medidas foram anunciadas na manhã de quarta-feira (18/3) em entrevista coletiva do prefeito Ulisses Maia. Na manhã desta sexta-feira (20/3), fiscais da Prefeitura de Maringá vão às ruas para fazer cumprir a decisão. Apenas os serviços essenciais podem manter o funcionamento e o atendimento ao público.

No Paraná, de acordo com boletim divulgado no final da tarde desta quinta-feira (19/3), há 23 casos confirmados no Estado. Este boletim estadual não leva em consideração o caso segundo caso de coronavírus registrado em Maringá.

Como medida emergencial de prevenção, a Prefeitura de Maringá anunciou a contratação de 200 profissionais para a saúde. Vão ser abertas vagas para médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem.

Parte das contratações vai ser voltada a reforçar o atendimento nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) Zona Sul, Iguaçu, Pinheiros, Quebec e Mandacaru, que a partir desta sexta-feira (20/3) vão se tornar Unidades de Pronto Atendimento (UPA). Acesse aqui e veja mais detalhes sobre o atendimento de saúde na cidade.

Devido ao sistema imunológico deficiente, pulmões e mucosas fragilizados, caderneta de vacinação desatualizada e idas mais frequentes a hospitais, os idosos se enquadram como um dos grupos mais vulneráveis ao coronavírus. Acesse aqui e veja alguns cuidados que podem ser tomados com os mais velhos.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.