Chega a 23 os casos confirmados de coronavírus no Paraná. Governador declara situação de emergência

Por: - 19 de março de 2020
Palácio do Iguaçu, sede do Governo do Paraná / Divulgação Prefeitura de Curitiba

Subiu para 23 o número de casos confirmados de coronavírus no Paraná. É o que mostra o boletim da doença atualizado nesta quinta-feira (19/3) pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). A grande maioria dos casos, 17, foi registrada em Curitiba.

Em Cianorte, há dois casos confirmados, e há um caso confirmado nas cidades de Maringá, Londrina, Foz do Iguaçu e Campo Largo. Especificamente na cidade de Maringá também há doze casos suspeitos em investigação. No Estado há 146 casos suspeitos em investigação.

O boletim completo pode ser acessado aqui. O Governo do Paraná também criou uma página com orientações e mais informações sobre o coronavírus. Basta acessar aqui.

Nesta quinta-feira (19/3), o governador Ratinho Junior também decretou situação de emergência no Paraná.

Pelo decreto, ficam dispensadas as licitações para os contratos de aquisição de bens necessários às atividades de resposta, de prestação de serviço e de obras relacionadas à reabilitação do cenário.

“É importante que nos mantenhamos tranquilos para enfrentar esse desafio do coronavírus no Paraná. Adotamos essa medida para podermos agir com a rapidez necessária”, disse Ratinho Junior. “Dessa forma, conseguiremos ter acesso facilitado a recursos para investir na saúde e em outras áreas de atenção”, afirmou.

O Governo do Estado também determinou uma restrição à entrada e circulação de ônibus interestaduais no Paraná. A medida suspende o transporte coletivo rodoviário de passageiros com origem em todos os estados do País e Distrito Federal.

A medida busca diminuir a probabilidade de circulação do coronavírus no Estado, especialmente por causa da ampliação de casos comprovados da doença na grande maioria dos estados brasileiros. A proibição começa a valer nesta sexta-feira (20/3).

A suspensão vale inicialmente por 14 dias, mas pode ser prorrogada. “É uma precaução da nossa parte para evitar que portadores da doença fiquem entrando e saindo do Paraná”, explicou Ratinho Junior.

Dentro da situação de emergência, o Governo do Estado também vai determina o fechamento de shopping centers e estabelecimentos congêneres, além de academias e centros de ginástica. A medida vale por prazo indeterminado e é mais um esforço no sentido de evitar a propagação do novo coronavírus no Paraná. Veja mais aqui.

Em Maringá, o prefeito Ulisses Maia baixou decreto para fechar o comércio e outras atividades a partir desta sexta-feira (20/3). Veja os detalhes aqui.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.