Aeroporto de Maringá registrou 742 mil embarques e desembarques em 2019

Por: - 7 de janeiro de 2020
Aeronave da Latam é recepcionada em Maringá pelo Corpo de Bombeiros / Divulgação PMM

O Aeroporto de Maringá registrou o embarque e o desembarque de 742 mil passageiros no ano de 2019. Os números demonstram um crescimento de 15,7% na movimentação em comparação com 2018, quando 641 mil passageiros passaram pelo terminal.

Segundo a superintendência do Aeroporto de Maringá, o aumento no fluxo de passageiros é reflexo do crescimento da oferta de voos e também de operações realizadas com aeronaves maiores durante o ano de 2019. A administração do terminal também tem se destacado com a conquista de prêmios por inovação.

A expectativa para 2020 é de mais crescimento no fluxo de passageiros. O principal motivo é que a Latam voltou a operar em Maringá com a oferta de dois voos diários entre a cidade e o Aeroporto de Guarulhos.

O primeiro voo da Latam na cidade, no domingo (15/12), foi recepcionado pelo Corpo de Bombeiros.

Para 2020, também há uma expectativa em relação às obras iniciadas em dezembro. A pista de pouso e decolagem vai ser ampliada de 2.100 metros para 2.380 metros.

Também vai ser implantada a pista de taxiway paralela, onde a aeronave vai ter condições de taxiar até o terminal, e a pista existente vai ser revitalizada.

O pátio de aeronaves vai ser reconstruído e a Seção Contra Incêndio do Corpo de Bombeiros vai ser ampliada de 150 m² para 300 m².

O investimento é de R$ 81,5 milhões e o prazo para realização da obra é de um ano. A superintendência do Aeroporto de Maringá também tenta aprovar junto a Secretaria Nacional de Aviação Civil a construção do novo terminal de passageiros.

Em relação ao transporte de cargas, existe a expectativa para o início das operações da BHZ Logística Integrada, de Contagem (MG), que foi a única interessada e venceu a licitação para operar no Terminal de Cargas Áreas (Teca) do Aeroporto de Maringá.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.