Reposição das aulas em 23 escolas da rede estadual de ensino de Maringá começa nesta segunda. Saiba quais

Por: - 20 de julho de 2019
Das 33 escolas da rede estadual de ensino de Maringá, 23 retomam as aulas na segunda-feira (22/7), para reposição do período de greve dos professores e funcionários / Murillo Saldanha

Das 33 escolas da rede estadual de ensino de Maringá, 23 retomam as atividades nesta segunda-feira (22/7), para reposição das aulas do período de greve dos professores e funcionários. Nas outras 10 instituições, o cronograma ainda não foi definido. As escolas estaduais entraram em período de recesso no dia 15 de julho.

Aproximadamente 50 instituições de ensino devem fazer reposição de aulas, dentre as 118 atendidas pelo Núcleo Regional de Educação (NRE) de Maringá nos 25 municípios da região. Além do recesso escolar, a reposição das aulas também pode ser feita aos sábados ou com sextas aulas. 

De acordo com o chefe do NRE, Luciano Pereira dos Santos, não foi possível fazer um calendário unificado de reposição. Por isso, cada instituição de ensino realizou seu próprio cronograma e encaminhou para a aprovação do NRE. 

“Teve escola que parou totalmente, outra parcialmente, outra parou só na última semana, outras não pararam. Além disso, dialogamos com escola de ensino regular, de jovens e adultos, de cursos profissionalizantes. Então, todas elas receberam orientações, estão montando seus próprios calendários e encaminhando para aprovação do Núcleo. As verificações dos cronogramas serão gradativas”, ressalta.

Segundo ele, iniciar a reposição das aulas no recesso escolar foi a única alternativa encontrada pelo NRE. “Adentrar ao recesso não é a melhor alternativa que a gente gostaria de dar, mas é a única que temos neste momento para não comprometer o ano letivo. Então, pedimos que os pais encaminhem seus filhos para as escolas”, disse.

Luciano Pereira dos Santos ressaltou que as 23 escolas estaduais já noticiaram em seus sites e páginas nas redes sociais que as aulas vão ser retomadas na segunda-feira. Em caso de dúvidas, o NRE recomenda que a comunidade entre em contato por telefone com a secretaria das instituições. 

Com a reposição das aulas, as faltas que tenham sido lançadas na ficha funcional por ocasião da greve, entre os dias 25 de junho e 12 de julho, vão ser retiradas.

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública no Paraná (APP-Sindicato) suspendeu a greve nas escolas estaduais em assembleia realizada no dia 13 de julho, um dia depois do governador Ratinho Junior fazer uma nova proposta de reajuste, com reposição de 2% em janeiro de 2020.

Uma nova assembleia da APP-Sindicato vai ser realizada no dia 10 de agosto, logo após o retorno do recesso da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep).

Escolas com reposição das aulas a partir de segunda

  • Colégio Estadual Adaile Maria Leite
  • Colégio Estadual Alberto Jackson Byington Júnior
  • Colégio Estadual Alfredo Moisés Maluf
  •  Colégio de Aplicação Pedagógica UEM
  • Colégio Estadual Branca da Mota Fernandes
  • Colégio Estadual Brasílio Itiberê
  • Colégio Estadual Duque de Caxias
  • CEEBJA Professor Manoel Rodrigues Silva
  • Colégio Estadual Doutor Gastão Vidigal
  •  Escola Estadual Ipiranga
  • Colégio Estadual João de Faria Pioli
  • Colégio Estadual José Geraldo Braga
  • Colégio Estadual Marco Antônio Pimenta
  • Colégio Estadual Rodrigues Alves
  • Colégio Estadual Rui Barbosa
  • Colégio Estadual Silvio Magalhães Barros
  • Colégio Estadual Tancredo de Almeida Neves
  • Colégio Estadual Tânia Varella Ferreira
  • Colégio Estadual Theobaldo Miranda Santos
  • Colégio Estadual Tomaz Edison de Andrade Vieira
  • Colégio Estadual Unidade Polo
  • Colégio Estadual Vinícius de Morais
  • Colégio Estadual Vital Brasil

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.