O excesso esta escancarado, em plenitude esguicha um semblante de avareza. Deus não cabe na minha cabeça! Sua imensidão é tamanha ante o raciocínio que o estranha. É o ciclo que se fecha, mistura de concepções acontecendo em mim, um dia após o outro inconstante de certeza imediata. Está vibrante as cores da vida a fora e isto vale pra todo mundo. Quanto a mim adentro delirante novamente ao principio derivado, sem o direito de ter medo.

Luiz Renato Vicente é acadêmico de Filosofia da UEM (Universidade Estadual de Maringá). Vencedor de duas Edições do Prêmio Melhor Leitor do Ano pela Rotary Club Internacional e Semuc. 2017 ( 2º lugar) e 2019 ( 1º lugar) na categoria adulto. Autor do Livro Desamparo ( Micro-Contos) Pela AR Publisher Editora.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here