Tribunal Regional Eleitoral do Paraná inaugura usina de energia solar. Investimento é de R$ 9,6 milhões

Por: - 28 de junho de 2019
Usina Fotovoltaica de Paranavaí (PR) / Divulgação

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), desembargador Gilberto Ferreira, participou nesta sexta-feira (28/6) da inauguração, em Paranavaí, do maior empreendimento de geração de energia solar de um órgão público brasileiro. É a Usina Fotovoltaica de Paranavaí (PR).

Equipada com 6.200 placas solares, que vão produzir 263 mil quilowatts/mês, a usina vai produzir 100% do consumo de energia elétrica do TRE-PR, que é em média de 255 mil quilowatts/mês.

A obra da Justiça Eleitoral do Paraná foi iniciada em janeiro de 2018, em um terreno e 28 mil m² doado pela Prefeitura de Paranavaí, e teve um custo total de R$ 9,6 mi, dos quais 60% foram financiados com recursos próprios e 40% com emendas da bancada parlamentar do estado.

A energia produzida, que vai ser abatida do consumo mensal do tribunal, vai ser repassada para uma estação da Copel, situada a 800 metros do local.

Segundo o TRE-PR, em cerca de três anos, o empreendimento vai estar pago e vai representar uma considerável economia para os cofres públicos e para o meio ambiente. A energia solar é limpa e sustentável e praticamente não requer manutenção.

Paranavaí foi a cidade escolhida pelo TRE-PR para a construção porque reúne as melhores condições de incidência de raios solares no Paraná para uma usina fotovoltaica de grande porte.

Em Maringá, no final de 2018, a ALDO SOLAR firmou parceria com a gigante SMA South America, filial sul-americana de SMA Solar Technology AG, para atuação no mercado de energia solar do país nos segmentos comercial e residencial. A Aldo também criou em Maringá a primeira garagem para abastecimento gratuito de carros elétricos.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.