Elisabete Kobayashi, nova superintendente do HUM, fala em gestão voltada às pessoas. Problemas são muitos

Por: - 12 de março de 2019
Resultado da eleição foi homologado pela reitoria da UEM nesta terça-feira (12/3) / UEM

Professora do departamento de Medicina da Universidade Estadual de Maringá (UEM), Elisabete Kobayashi foi eleita superintendente do Hospital Universitário de Maringá (HUM). A “Chapa 2 – Somos Todos HUM”, liderada pela professora, recebeu 54,77% dos votos.

A professora do departamento de Enfermagem da UEM, que já ocupou a superintendência do hospital, Magda Lúcia Félix de Oliveira, da “Chapa 1 – Unidos pelo HUM”, recebeu 45,23% dos votos. A votação direta ocorreu na segunda-feira (11/3) das 6h30 às 21h e o resultado foi homologado na manhã desta terça-feira (12/3) pela reitoria da UEM.

No total, 2 mil estudantes e servidores estavam aptos a votar, mas apenas 1.260 compareceram às urnas e 21 votos foram anulados. Votaram 136 docentes, 609 técnicos e 477 discentes. A superintendente eleita Elisabete Kobayashi só perdeu entre os alunos, onde obteve 211 votos contra 266 da Chapa 1.

De acordo com a UEM, esse foi o pleito com a maior participação de docentes da história do hospital, a Chapa 1 recebeu 50 votos e a Chapa 2, 86 votos dos professores. Entre os técnicos, foram registrados 272 votos na Chapa 1 e 337 na Chapa 2.

Nova superintendente assume com desafios

Professora do departamento de Medicina da UEM, Elisabete Kobayashi foi eleita superintendente do HU / Divulgação

A posse dos eleitos está marcada para segunda-feira (18/3). Elisabete Kobayashi reconhece que comandar o HUM não será uma tarefa fácil. O hospital enfrenta problemas de falta de funcionários, estrutura e congelamento de recursos por parte do governo estadual. Além disso, o Serviço de Urgência e Emergência está sob indicativo de interdição ética do Conselho Regional de Medicina do Paraná (CRM-PR).

“Nós temos consciência do momento que o HUM passa, sabemos que são problemas crônicos que outras gestões tentaram resolver, mas não conseguiram. Será necessário apoio da comunidade da UEM e dos poderes municipal e estadual. Vamos trabalhar com todos esses setores. Nossa postura não será de oposição e enfrentamento, mas de abertura para o diálogo e entendimento”, disse.

A superintendente eleita afirmou que, como uma das primeiras ações, pretende buscar soluções para resolver os problemas no Pronto Atendimento da unidade, como o dos funcionários com sobrecarga de trabalho e dificuldades para fechar a escala de plantão. Além disso, é necessário melhorar a triagem e fazer a readequação de pacientes que poderiam ser atendidos em outras unidades de saúde.

“É um trabalho de médio a longo prazo, até porque toda estrutura ao nosso redor vai ter que ser readequada. Não somente a parte interna, mas a parte externa que é a rede municipal, e isso não depende apenas de boa vontade”, afirmou.

A nova gestão também deseja iniciar a retomada do protagonismo do Hospital Universitário de Maringá no Estado. Segundo a professora, o HUM perdeu espaço nos últimos anos e se tornou o último hospital universitário em tamanho no Paraná.

“Não será fácil reconquistar a posição dentro do Estado. O crescimento depende muito da parte financeira, mas entendemos que o processo começa internamente. Vai ser uma gestão voltada para as pessoas e de retomada do crescimento. Quatro anos não vão ser suficientes para alcançar esse patamar, mas a gente vai iniciar todo o processo e quem sabe daqui 10 anos a gente consiga retomar o crescimento”.  

Com a eleição de Elisabete Kobayashi, confira a nova direção do HUM:

  • Superintendente: Elisabete Mitiko Kobayashi
  • Diretora Médica: Daniela Álvares Matsumoto
  • Diretor Administrativo: Hermes Souza Barboza
  • Diretora de Enfermagem: Viviani Guilherme
  • Diretora do Hemocentro: Márcia Momesso
  • Diretora de Análises Clínicas e Farmácia Hospitalar: Solange Cardoso Martins

Conheça quem é a nova superintendente do HU

Graduada em Medicina pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), Elisabete Mitiko Kobayashi é mestre e doutora em Ortopedia e Traumatologia pela Universidade de São Paulo (USP) de Ribeirão Preto. Atualmente ela é professora adjunta do departamento de Medicina da Universidade Estadual de Maringá (UEM).

Elisabete também é coordenadora adjunta do curso de Medicina da UEM, chefe da área de Ortopedia e Traumatologia do Hospital Universitário (HU) de Maringá e membro da Comissão de Qualidade do HU. Entre outras atividades, ela também foi coordenadora do Internato médico, chefe da Clínica Cirúrgica e coordenadora das Ligas Acadêmicas de Medicina da UEM.



Estudante de Química da UEM é morto em atentado em Maringá. Mais dois jovens ficaram feridos

O jovem estudante morreu na Rua Mandaguari esquina com a Rua Bragança, na zona 7.

Vítima do atentado em Maringá, professor Mima fazia Mestrado na UEM e dava aulas em cursinho de Apucarana

No Facebook, jovem se apresentava com a frase: "Eu tenho um sonho... Isso é tudo que preciso..."

Autor do ataque em pensionato de Maringá conhecia as vítimas e morava na casa há mais de um ano

O enterro da vítima será nesta segunda-feira (18/3), às 15h, no Cemitério Municipal de Conchas, no interior de São Paulo.

Prazo de inscrições para o concurso do Aeroporto de Maringá se encerra na quarta-feira

Os salários variam de R$ 1,49 mil, para auxiliar administrativo e auxiliar de operações aeroportuárias, a R$ 5,72 mil para engenheiro civil.

Agência do Trabalhador de Maringá abre 153 vagas. Tem dez para operador de caixa

Cargos com maior número vagas são de montador de estruturas metálicas, com 16, e soldador, com 11.

Estudante de Química da UEM é morto em atentado em Maringá. Mais dois jovens ficaram feridos

O jovem estudante morreu na Rua Mandaguari esquina com a Rua Bragança, na zona 7.

Vítima do atentado em Maringá, professor Mima fazia Mestrado na UEM e dava aulas em cursinho de Apucarana

No Facebook, jovem se apresentava com a frase: "Eu tenho um sonho... Isso é tudo que preciso..."

Autor do ataque em pensionato de Maringá conhecia as vítimas e morava na casa há mais de um ano

O enterro da vítima será nesta segunda-feira (18/3), às 15h, no Cemitério Municipal de Conchas, no interior de São Paulo.

Prazo de inscrições para o concurso do Aeroporto de Maringá se encerra na quarta-feira

Os salários variam de R$ 1,49 mil, para auxiliar administrativo e auxiliar de operações aeroportuárias, a R$ 5,72 mil para engenheiro civil.

Agência do Trabalhador de Maringá abre 153 vagas. Tem dez para operador de caixa

Cargos com maior número vagas são de montador de estruturas metálicas, com 16, e soldador, com 11.

Empregos em Maringá

Últimas vagas de Empregos

GUIAS