Prefeitura de Maringá põe em xeque a saúde financeira da TCCC e dá início a procedimento de rescisão contratual. Estopim da divergência é o reajuste na tarifa

Por: - 12 de julho de 2018
Seis novos ônibus foram adquiridos pela empresa concessionária do transporte coletivo / Cary Bertazzoni/ Prefeitura de Maringá

A Prefeitura de Maringá decidiu interpelar a Transporte Coletivo Cidade Canção (TCCC) para que preste contas sobre a saúde financeira do negócio e não descarta pedir na justiça a rescisão contratual da concessão.

A administração municipal decidiu adotar a medida depois da empresa informar em ofício que tem registrado um prejuízo mensal de R$ 600 mil, o que a obriga a buscar empréstimos para efetuar o pagamento de fornecedores e funcionários.

“Em ofício encaminhado ao prefeito, a empresa diz claramente que não tem condições de renovação da frota e sobrevive a custas de empréstimos bancários mensais”, afirmou o secretário de Gestão, Rogério Calazans.

Diante da informação e do fato da licitação vencida pela TCCC, no ano de 2010, exigir um índice de endividamento de no máximo 0,7%, além de um patrimônio líquido de R$ 12 milhões, Calazans afirmou que a empresa será interpelada para “comprovar que continua a cumprir os requisitos exigidos na licitação sob pena de rescisão contratual.”

Segundo o secretário de Gestão, a lei de licitações prevê que as exigências da concorrência vencida pela TCCC, que garante a concessão do serviço até 2030, sejam cumpridas durante todo o período de execução do contrato.

No começo do ano, a prefeitura autorizou um aumento na tarifa e, agora, um novo reajuste foi concedido. “São cerca de R$ 0,50 de aumento que deixa a passagem de Maringá equivalente a de outras cidades como Londrina, onde o preço é de R$ 3,95. E temos o exemplo de São José do Rio Preto, onde a tarifa é de R$ 3,10”, disse.

Em Maringá, a TCCC pediu para que a passagem fosse tabelada em R$ 4,30, mas a tarifa foi fixada em R$ 3,90, com 8,3% de aumento. “O prefeito entende que este valor (R$ 4,10) fere o interesse público e só faria o serviço perder ainda mais usuários. Não tem sentido uma tarifa neste valor”, ressaltou.

Calazans explicou que a interpelação tem como objetivo obter uma manifestação preliminar da empresa. “Partimos da premissa do que a própria empresa alegou. A interpelação é um início de procedimento de rescisão contratual, que começa com o fornecimento de ampla defesa. Se comprovar que continua a cumprir os requisitos, não há motivos para darmos continuidade ao procedimento”, explicou o secretário.

Procurado pela reportagem do Maringá Post, o diretor-geral da TCCC, Roberto Jacomelli, informou que soube da notícia por meio da imprensa. “Precisamos entender melhor esta situação para depois podermos nos manifestar a respeito”, disse.



Denúncia de suposto assédio em ônibus de Maringá na rede social tem reação enérgica do prefeito. Caso não teve B.O.

A denúncia de suposto assédio em ônibus do transporte coletivo em Maringá feita por meio do Twitter na terça-feira (12/2) chegou até o prefeito...

Socióloga de Maringá é escolhida como embaixadora do Paraná em projeto nacional de Protagonismo Feminino

Trabalho visa a construir um futuro para o Brasil a partir da igualdade de gênero e da liberdade do feminino.

Após decisão do STF, seis cartórios judiciais de Maringá vão ser estatizados. Saiba quais são

Cabe ao Tribunal de Justiça do Paraná realizar concurso público para estatizar cartórios judiciais privados.

Inscrições do concurso público do Aeroporto de Maringá abrem na quarta. Até terça dá para pedir isenção na taxa

Pedidos de isenção da taxa de inscrição precisam ser feitos entre esta segunda-feira (18/2) e a terça-feira (19/2).

Denúncia de suposto assédio em ônibus de Maringá na rede social tem reação enérgica do prefeito. Caso não teve B.O.

A denúncia de suposto assédio em ônibus do transporte coletivo em Maringá feita por meio do Twitter na terça-feira (12/2) chegou até o prefeito...

Criado em Maringá, aiqfome é o app de delivery mais bem avaliado do Brasil, à frente do iFood

Na Apple Store, a nota dos usuários do aiqfome é 4.9 e na Google Play, 4.8.

Socióloga de Maringá é escolhida como embaixadora do Paraná em projeto nacional de Protagonismo Feminino

Trabalho visa a construir um futuro para o Brasil a partir da igualdade de gênero e da liberdade do feminino.

Após decisão do STF, seis cartórios judiciais de Maringá vão ser estatizados. Saiba quais são

Cabe ao Tribunal de Justiça do Paraná realizar concurso público para estatizar cartórios judiciais privados.

Inscrições do concurso público do Aeroporto de Maringá abrem na quarta. Até terça dá para pedir isenção na taxa

Pedidos de isenção da taxa de inscrição precisam ser feitos entre esta segunda-feira (18/2) e a terça-feira (19/2).

Empregos em Maringá

Últimas vagas de Empregos

GUIAS