Pré-candidato à presidência da República pelo Novo, João Amoêdo, vem a Maringá na próxima semana. Partido terá candidatos em 18 Estados

Por: - 2 de abril de 2018
João Amoêdo, pré-candidato a presidente, discursa em evento do Novo / Divulgação

O pré-candidato à presidência da República, João Amoêdo, virá a Maringá no dia 11 deste mês para apresentar as ideias e propostas do Partido Novo em palestra com o tema “Construindo um Novo Brasil”, no Maringá Clube, às 19h30. A atividade será conduzida pelo âncora da CBN Maringá, Gilson Aguiar, e haverá espaço para perguntas da plateia.

As inscrições são gratuitas e não é obrigatório que sejam feitas com antecedência. Apesar da recomendação da organização, o Núcleo do Partido Novo em Maringá sugere que o interessado faça reserva acessando o link do evento, clicando aqui.

O presidente regional do Novo, Luiz Lourenço Junior, disse que o evento “é para discutir política em alto nível e usar o espaço para questionar sobre temas polêmicos. O objetivo é mostrar que o Novo não é um partido para poucos. Todos que estiverem interessados num Brasil melhor estão convidados”.

Núcleo do Novo em Maringá começou em 2017

O partido Novo foi criado em 2011, mas registrado apenas em 2015 pelo Tribunal Superior Eleitoral depois de recolher mais de 490 mil assinaturas. Em Maringá, contudo, o núcleo só foi estabelecido por um grupo de empresários em 2017.

O presidente do núcleo para a região noroeste do Paraná, Luiz Lourenço Junior, explicou que os princípios defendidos pelo Novo são a necessidade de modernizar o Estado, tirar privilégios do setor público e tornar a economia mais dinâmica.

“Defendemos devolver o poder ao cidadão, longe de um estado paternalista que tem custos pagos por altos impostos”, declarou.

Entre as propostas do Novo está a privatização de estatais, limitação de reeleições consecutivas e princípios liberais que estabeleçam mais igualdade.

“Uma das nossas propostas para acabar com a desigualdade na educação básica e fundamental é a criação de um voucher que dê liberdade aos pais para definirem onde matricular seus filhos e criando acesso à educação de qualidade”, disse Lourenço Junior.

Amoêdo tem carreira consolidada em bancos

Formado aos 25 anos em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e em administração pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-Rio), João Amoêdo tem 55 anos e é o primeiro pré-candidato do Novo à presidente do Brasil.

Com 25 anos, foi promovido a gerente do Citibank. Depois foi diretor-executivo do Banco BBA – Creditansalt, até 1999. Presidiu a Fináustria por quatro anos e, em 2004, foi convidado para ser vice-presidente do Unibanco. No ano seguinte, Amoêdo foi eleito membro do Conselho de Administração.

Entre 2009 e 2015 foi membro do Conselho de Administração do banco Itaú. Foi um dos idealizadores do Novo em 2011 e presidente do partido até julho de 2017. Ricardo Taboaço, outro dos fundadores e também com carreira no Citibank, sucedeu Amoêdo.

Entre outros envolvidos mais conhecidos estão Bernardinho, ex-técnico da seleção brasileira de vôlei, e que pode ser o vice na chapa à presidência, e Gustavo Franco, que foi presidente do Banco Central durante o governo FHC.

Franco se filiou ao Novo depois de deixar o PSDB e agora é responsável pela elaboração do programa de governo do partido.

Novo é o único que não usa fundo partidário

Entre os princípios defendidos pelo Novo está a não utilização do fundo partidário de financiamento eleitoral. Todos os recursos nas ações partidárias são provenientes de doações e contribuição mensal de R$ 28 dos filiados.

Na primeira oportunidade depois do registro, participou de eleições municipais de 2016 em cinco capitais (São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte e Curitiba) e só em terras paranaenses não conseguiu vencer o pleito.

Para as eleições de 2018, o partido terá candidatos a deputado federal e senadores em 18 Estados. Para o executivo, já existem pré-candidatos ao governo de São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Distrito Federal. No Paraná, não há proposta de candidatura pelo Novo.

Quem pretende ser candidato pelo Novo passa por um processo seletivo interno, em cinco fases, que começa com a apresentação do currículo por vídeo, análise de ficha limpa, pagamento de inscrições, conseguir novas filiações, um curso e uma prova.

O empresário Tiago Martines, de Maringá, é atualmente pré-candidato a deputado federal e participará do evento com João Amoêdo.

Atualmente, o partido é o que tem as redes sociais mais difundidas entre os 35 partidos do Brasil. Na página do Facebook são mais de 1,6 milhão de curtidas, acima de partidos mais consolidados como o PT (1,3 milhão) e o PSDB (1,28 milhão).

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.