Inaugurada há quase um ano, loja de doces Casa da Bruxa vai fechar em Maringá após queda nas vendas

28 de junho de 2019
Loja foi inaugurada em julho do ano passado em Maringá / Divulgação

Inaugurada há quase um ano no Shopping Maringá Park, a loja da franquia Casa da Bruxa vai fechar nas próximas semanas. Seguindo o conceito “doces com magia”, a loja foi inaugurada em julho do ano passado e comercializava balas, chocolates, canecas, chaveiros e itens decorativos. Ainda não há uma data definitiva para o fechamento, mas os produtos foram colocados em promoção para diminuir o estoque.

O que prometia conquistar a atenção do público maringaense era o ambiente lúdico da loja. Inspirada nas casas de doces dos contos infantis, a Casa da Bruxa apostava em doces com nomes chamativos como Cabelo de Troll, Feitiços do Amor, e a linha de Cura Mágica que prometia amenizar corações partidos. Fundada em 2015 em Curitiba, a Casa da Bruxa tem 30 unidades franqueadas espalhadas por todo Brasil. 

A proprietária da franquia em Maringá, Laisa Ferrarri, explicou que, além da própria dificuldade em se identificar com o ramo de alimentos, as vendas caíram nos últimos meses. Segundo ela, no primeiro semestre de funcionamento, a loja registrou bom número de vendas. A empresária conta que esperava um início de ano com pouco movimento, mas tinha grande expectativa com o período da Páscoa, porém as vendas não saíram como o esperado.

“Por serem produtos caros, a gente acaba não tendo um público recorrente. A pessoa vai, conhece, mas acaba não vindo tantas vezes. A loja tem produtos bacanas, mas são preços mais altos e nessa época de contenção de gastos a gente percebeu isso”, afirmou a proprietária.

Apesar da queda nas vendas, Laisa Ferrari afirmou que a loja não teve prejuízos, mas que também não houve lucros. “Uma loja demora cerca de três anos para ter lucros. A gente resolveu partir para outro segmento antes que começasse a dar algum prejuízo. Por enquanto, ela [a loja] está se pagando e isso, para um início de negócio, é ótimo.”

A empresária tentou repassar a franquia, mas não conseguiu. Ela é proprietária de outra loja no Shopping Maringá Park no ramo de confecções e está em negociação com franquias de calçados e roupas para abrir uma nova loja do mesmo lugar onde funciona a Casa da Bruxa.