F.A. Colchões lança linha Premium de travesseiros e colchão com ultra plush na Movelpar 2019

19 de março de 2019
Colchão Freemont da F.A., que convida a dormir entre as nuvens / Divulgação

A F.A. Colchões marca presença na 12ª Movelpar, a Feira de Móveis do Paraná, uma das principais vitrines do mercado de móveis do Brasil. E na edição 2019, a tradicional indústria de Maringá, aproveita o evento para mostrar ao mercado o lançamento de seus novos modelos, em destaque o colchão Freemont – ultra plush e a linha Premium de travesseiros da F.A. Colchões.

Até quinta-feira (21/3), mais de 35 mil pessoas vão visitar a Movelpar, no Expoara Centro de Eventos, em Arapongas, a cerca de 60 quilômetros de Maringá. “É uma feira importante para o setor, com boa visitação de lojistas e a presença de muitos clientes. A recepção aos nossos lançamentos têm sido excelente. Acreditamos em um grande sucesso de vendas no ano de 2019”, afirmou o diretor da F.A. Colchões, Luis Fernando Ferraz.

O empresário destaca nos novos produtos da F.A. Colchões a utilização das tecnologia mais avançada do Brasil. Um dos exemplos é o colchão FIT, desenvolvido e produzido em Maringá. A empresa é uma das pioneiras no Brasil a trabalhar com o sistema de colchões FIT, em que o produto chega ao cliente prensado e enrolado, no formato de um pequeno cilindro e ganha a forma original ao ser aberto.

“Há empresas que pagam royalties absurdos a marcas internacionais para produzir no Brasil, mas não possuem a tecnologia que temos”, afirma o diretor. A F.A. Colchões é uma das únicas 5 fabricantes de colchões do Brasil a ter o selo de qualidade Pró-Espuma, que é concedido sobre normas rígidas do Instituto Nacional de Estudos do Repouso (INER). “A nossa indústria nacional é forte e consegue oferecer muita qualidade”, destaca.

A principal novidade da F.A. Colchões para a Movelpar 2019 é o colchão Freemont, que convida a dormir entre as nuvens. Feita com molas ensacadas, com Viscogel e com a espuma Hipersoft, o colchão abraça o corpo, evita que a pessoa vire muito durante a noite e garante um sono mais profundo e mais reparador. Seu revestimento com cashmere, fibra extraído do sub pelo de cabras da montanha de origem do Himalaia, que dão um toque muito macio, confortável e resistente.

Para acompanhar os colchões, a F.A. também apresenta na Movelpar a linha de travesseiros Premium. São três modelos que atendem a diferentes gostos.

Tem o HR – High Resilience (Alta Resiliência) , que oferece mais sustentação e um maior conforto. O modelo é produzido com uma espuma que mantém a temperatura agradável e é vendido com uma capa que oferece proteção contra alergias e problemas respiratórios.

Outro modelo de travesseiro é o 100% Natural Látex, com maciez garantida pelo sistema de produção Talalay e com a durabilidade 5 vezes superior às espumas convencionais. O travesseiro 100% Natural Látex também tem espuma respirável, o que mantém uma temperatura agradável durante o sono.

E tem o Conforto de Plumas Premium produzido com fibras siliconadas especiais, uma tecnologia exclusiva da F.A., que oferece praticidade e higiene, por ser lavável em máquina, e faz bem para a saúde, por ser um produto não alérgico. A capa é em percal 300 fios 100% algodão, produto que garante o conforto térmico e a durabilidade.

De acordo com a presidente do Expoara e Movelpar, Rosana Belo, mesmo em meio à crise econômica enfrentada no país, a indústria moveleira tem conseguido manter o crescimento graças a segmentação das empresas e a diversificação dos produtos de acordo com as demandas do público-alvo.

Ela afirma que a Movelpar 2019 manteve a metragem de comercialização da última edição, dando continuidade ao desenvolvimento do setor. “Estamos confiantes de que este é o início de um novo momento em nosso país, quando a economia voltará a se estabilizar nos mais diversos setores”, afirmou a empresária.

Durante a Movelpar, a Associação Brasileira do Mobiliário (Abimóvel), em parceria com a Agência de Promoção da Exportação do Brasil (Apex BR), vai realizar rodadas de negócios com 30 importadores de 11 países.

“A expectativa é grande pois acreditamos que temos alto potencial para buscar novos mercados, novos clientes. Nós esperamos que o resultado seja muito bom, contribuindo com as exportações de móveis das indústrias brasileiras”, declarou Maristela Longhi, presidente da Abimóvel.