Maringá fecha o mês de janeiro com saldo positivo de empregos

Por: - 16 de março de 2021
empregos
Em todo o mês de janeiro, 6.702 empregos foram gerados no Paraná. / Reprodução

Maringá fechou o mês de janeiro com saldo positivo de empregos. Os dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) nesta terça-feira (16/3) mostram que foram 6.702 admissões e 5.563 desligamentos no mês. A diferença entre contratações e demissões gerou saldo positivo de 1.139 postos de trabalho.

O setor com melhor saldo de empregos no período foi o da indústria. Foram 1.174 admissões e 798 desligamentos, o que gerou saldo positivo de 376. Em seguida aparece o setor de serviços, que totalizou saldo de 363 postos de trabalho. Em janeiro, o setor realizou 2.934 contratações e 2.571 demissões

Durante o primeiro mês deste ano, a agropecuária foi o setor com o menor resultado. A diferença entre admissões e desligamentos resultou em um saldo positivo de 3 postos de trabalho. O comércio realizou 1.831 contratações e 1.683 demissões (saldo de 148) e a construção civil 752 contratações e 503 demissões (249).

Diferentemente do que ocorreu no ano passado, o mês de janeiro deste ano foi marcado por saldos positivos em todos os segmentos listados pelo Caged. Em janeiro de 2020, os setores de comércio e construção civil tiveram índices negativos de empregos, com 77 e 123, respectivamente.

Paraná

O estado fechou o mês de janeiro com saldo positivo de 24.342 postos de trabalho. No período, foram 48.718 admissões e 40.239 demissões. Em 2020, no mesmo período, o Paraná registrou 50.488 novas contratações e 41.442 demissões.

Os setores que mais se destacaram em janeiro no Paraná foram a indústria com 8.740 novos empregos formais, seguido por serviços (8.479), construção (4.758), comércio (1.790), agricultura (381) e serviços industriais de utilidade pública (194).

O Paraná foi o quinto estado do país que mais gerou empregos em janeiro deste ano e registrou aumento de 33,8% em relação ao mesmo mês do ano passado, período que antecedeu a pandemia da Covid-19 no país.

Em todo o ano de 2020, mesmo com a crise sanitária, o Paraná conseguiu ser o segundo estado com maior número de contratações. No período, foram 52.670, apenas 380 a menos do que Santa Catarina, estado que mais contratou.

- Quer receber as notícias no seu WhatsApp? Clique aqui.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.