Prefeito sanciona lei que autoriza adesão ao consórcio nacional para compra de vacinas

Por: - 11 de março de 2021
Compra de vacinas
Com a adesão, o município passa a ter três caminhos para comprar as vacinas / PMM

O prefeito Ulisses Maia (PSD) sancionou, na tarde desta quinta-feira (11/3), a lei que autoriza o município ingressar no consórcio nacional pra compra de vacinas contra a Covid-19. A adesão ao consórcio, liderado pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP), foi aprovada na Câmara de Maringá durante sessão na manhã desta quinta.

Com o consórcio, o município passa a ter três caminhos para adquirir a vacina, pela FNP, pelo Ministério da Saúde ou pela compra direta. A prefeitura informou que tem reserva de R$ 110,3 milhões para adquirir as vacinas e insumos suficientes para a campanha de vacinação.

Nas redes sociais, Ulisses Maia agradeceu os vereadores pela aprovação da proposta e disse que a cidade “será uma das primeiras do país a imunizar toda a sua população”.

A Câmara de Maringá aprovou dois projetos de lei relacionados ao consórcio. Um deles autoriza a filiação do município a Frente Nacional de Prefeitos. O outro ratifica o protocolo firmado entre os municípios brasileiros para a compra de vacinas, medicamentos, insumos e equipamentos.

Em fevereiro, o Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou a compra de vacinas por estados e municípios em caso de descumprimento do Plano Nacional de Vacinação pelo governo federal ou de insuficiência de doses previstas para imunizar a população.

Em Maringá, 23.553 pessoas foram vacinadas contra a Covid-19 desde o início da campanha de vacinação. Nesta quinta-feira (11/3), a campanha segue apenas para idosos e trabalhadores da saúde que tomarão a segunda dose. Quem já recebeu a primeira dose, deve conferir no cartão de vacinação se chegou o dia de receber o reforço.

O Governo do Paraná começou a distribuir na quarta-feira (10/3) um novo lote de vacinas contra a Covid-19. São 79.630 doses do imunizante CoronaVac, produzido pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, de São Paulo.

A 15ª Regional de Saúde recebeu, ainda na noite de quarta, 6.250 doses. Desse total, 2.910 serão destinadas para Maringá e o restante distribuído entre os outros municípios. A prefeitura informou que o cronograma municipal de vacinação com as novas doses será definido até sexta-feira (12/3).