Maringá inicia vacinação em novo subgrupo de profissionais de saúde nesta sexta

5 de fevereiro de 2021
Vacina contra Covid-19
Em Maringá, 10.093 pessoas já receberam a primeira dose do imunizante / Mileny Melo / PMM

A campanha de vacinação contra a Covid-19 começou no dia 19 de janeiro em Maringá. A estratégia de imunização segue as diretrizes do Ministério da Saúde e do Plano Estadual/Municipal de Vacinação contra a Covid-19. Nesta primeira fase são contemplados os idosos e profissionais das instituições de longa permanência e trabalhadores da saúde.

A partir desta sexta-feira (5/2), a vacina será aplicada nos trabalhadores da saúde com idade superior a 70 anos que atuam em atividades extra-hospitalares, de acordo com o critério de faixa etária e disponibilidade de vacina pelo Governo Federal e Secretaria de Estado da Saúde.

A aplicação das doses será na Sala de Vacina da Secretaria de Saúde, das 8h às 17h. O subgrupo 9 contempla: demais trabalhadores dos serviços ambulatoriais e hospitalares, trabalhadores atuantes em farmácias, em sistema funerário que tenham contato com cadáveres potencialmente contaminados (Covid-19), cuidadores domiciliares, doulas, e trabalhadores atuantes em áreas administrativas, inclusive da gerência e gestão da saúde.

Os profissionais que receberão a vacina precisam levar documento pessoal com foto, carteira do Conselho de Classe (CRM, CRO, COREN, CREFITO, CRF, entre outros). Os profissionais desse subgrupo que não têm registro em conselhos de classe precisam levar carteira de trabalho ou contrato com o registro de emprego.

Quem recebeu a primeira dose?

Em Maringá, 10.093 pessoas já receberam a primeira dose do imunizante contra o coronavírus. Na quinta (4/2), foram aplicadas 257 vacinas. Na cidade, já foram vacinados os profissionais que aplicam a vacina, trabalhadores e idosos de instituições de longa permanência, trabalhadores de hospitais e serviços de urgência e emergência e clínicas de diálise e serviços de oncologia.

Também receberam a primeira dose trabalhadores de centro de atendimento à Covid-19, trabalhadores da Atenção Primária à Saúde (APS), de Centros de Atenção Psicossocial (Caps), trabalhadores de coleta laboratorial e que fazem testes/exames para a Covid-19, trabalhadores dos demais serviços de urgência e emergência, que não são referência para coronavírus e de hemocentros, trabalhadores que atuam na vigilância em saúde que desenvolvem atividades relacionadas ao coronavírus.

Quando os idosos serão vacinados?

Os idosos serão vacinados na segunda fase da campanha conforme estabelece o Plano Estadual/Municipal. O início da imunização nesse grupo depende da disponibilidade de doses, que são distribuídas pelo Governo Federal. A Secretaria de Saúde destaca que a comunidade ainda não deve buscar a vacinação em Unidades Básicas de Saúde (UBS).

Das doses já disponibilizadas ao município, 6.052 são do primeiro lote da CoronaVac, já utilizadas para imunização dos profissionais de saúde da linha de frente, 4 mil da vacina AstraZeneca e 1,1 mil doses do segundo lote da CoronaVac.