Bombeiros maringaenses que participaram da missão Pantanal são homenageados na Assembleia Legislativa

Por: - 11 de dezembro de 2020
Assembleia Legislativa do Paraná homenageia bombeiros maringaenses / Assessoria deputado estadual Homero Marchese

Na quarta-feira (9/11), a Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), representada pelo deputado estadual Homero Marchese, condecorou com uma menção honrosa os bombeiros participantes da missão Pantanal II.

Entre os homenageados estavam os profissionais do 5º Grupamento de Bombeiros de Maringá, a 1º Tenente Luisiana Guimarães Cavalca, o 1º Sargento José Luiz da Silva e o Cabo Bruno César.

“Foi muito especial, porque foi um trabalho feito com muito amor, com muita dedicação. Realmente, foi uma entrega que a gente fez lá no Mato Grosso do Sul. E receber essa homenagem com reconhecimento do trabalho que a gente fez, foi muito importante! Eu fiquei muito feliz e me senti honrada de receber a homenagem”, conta a 1º Tenente Luisiana Guimarães Cavalca.

Os maringaenses na Missão Pantanal II

No dia 15 de setembro de 2020, um grupo de 30 bombeiros paranaenses, três de Maringá, viajaram até Corumbá, no Mato Grosso do Sul (MS), para auxiliar no combate aos incêndios na região pantaneira.

O 5º Grupamento de Bombeiros também disponibilizou duas caminhonetes com kit de combate ao incêndio florestal (motobomba a combustão, reservatório de água, mangueira de alta pressão e esguicho), além de materiais de queima, corte, navegação terrestre e outros objetos relacionados à atividade.

A 1ª Tenente Luisiana Cavalca, subcomandante do 1º Subgrupamento do Corpo de Bombeiros de Maringá, comandou um grupo de 14 Bombeiros paranaenses, além de um Oficial e dois Praças sul-mato-grossenses. Eles também tiveram a ajuda de nove fuzileiros navais.

Após alguns dias de trabalho, Luisiana mostrou em vídeo um pouco das dificuldades no combate aos incêndios no Pantanal.

O grupo permaneceu 25 dias em combate, e foram substituídos no dia 7 de outubro, por outra equipe de 35 bombeiros paranaenses. Os profissionais atuaram em conjunto com o Exército e com o Corpo de Bombeiros do Mato Grosso do Sul.

“O Paraná foi pioneiro nos estudos sobre incêndios florestais na década de 1960. Já prestamos apoio em outras situações e nossa tropa tem o treinamento para dar a resposta necessária”, disse o coronel Samuel Prestes, comandante do Corpo de Bombeiros do Paraná.