Manutenção de índices de criminalidade e melhores condições para policiais são desafios para novo comandante do 4° BPM

Por: - 29 de outubro de 2020
Márcio Antônio dos Santos, assumiu o comando do 4° Batalhão de Polícia Militar há uma semana / Polícia Militar

Há duas semanas, na quinta-feira (15/10), o major Márcio Antônio dos Santos, de 48 anos, assumiu o comando do 4° Batalhão de Polícia Militar. Para o novo comandante, a manutenção e até mesmo redução dos índices de criminalidade e melhores condições de trabalho para os policiais com uso de novas tecnologias são os principais desafios da nova função.

Antes de assumir o 4° BPM, o major era Chefe do Estado Maior do 3° Comando Regional. Nascido em Cascavel, ele tem 33 anos de serviço na Polícia Militar do Paraná, dos quais 21 anos foram exercidos no 4° BPM. Além dos cursos de formação de soldados, formação de oficias e outras especializações, ele é formado em Direito e pós-graduado em formulação e gestão de políticas públicas.

Márcio Antônio dos Santos foi indicado em abril deste ano a promoção para se tornar tenente-coronel. Ele aguarda apenas a assinatura do decreto pelo governador Ratinho Junior (PSD). Na quarta-feira (28/10), durante um café da manhã com a imprensa, o major conversou com o Maringá Post sobre os desafios e projetos para o 4° BPM.

O novo comandante afirmou que outro desafio frente ao 4° BPM é manter a integração dos órgãos de segurança pública com a imprensa e a comunidade. “É necessário para que as pessoas percebam nosso esforço, se sintam mais seguras vendo a Polícia Militar como um órgão que está dedicado a manter a qualidade de vida das pessoas.”

Márcio Antônio dos Santos disse que um dos projetos que pretende implantar no 4° BPM é a análise criminal. Segundo ele, a ferramenta é importante para direcionar melhor os recursos humanos e materiais da Polícia Militar.

“Cada vez mais usar a ferramenta da análise criminal, as novas tecnologias, para direcionar o policiamento para os locais que realmente são necessários. Toda comunidade precisa da atenção da Polícia Militar, mas temos que otimizar isso. Vamos direcionar nossos esforços atuando pontualmente onde nossos índices indicam”, explicou o novo comandante.

Para o Maringá Post, o major também comentou as ocorrências de festas clandestinas e aglomerações em Maringá. Na segunda-feira (26/10), moradores do Jardim Aclimação registraram denúncia na Polícia Civil contra festa clandestina com som alto e aglomeração em um loteamento novo no prolongamento da Avenida Guedner.

O novo comandante afirmou que a PM, em conjunto com a Secretaria Municipal de Segurança Pública, pretende desencadear ações para identificar locais de festas clandestinas e aglomerações. O objetivo é que os policias cheguem antes nos locais e evitem que as festas aconteçam.

“Caso venha acontecer, vamos agir na identificação dessas pessoas e adotar medidas legais cabíveis. É necessário que haja uma limitação, porque esses eventos têm causado transtorno e reclamação pela comunidade”, afirma

Com a passagem do 4º BPM de Maringá para o major Márcio Antônio dos Santos, o tenente-coronel Ademar Paschoal, que era comandante do 4° BPM desde agosto de 2018, assumiu a função de Chefe do Estado Maior do 3° Comando Regional da Polícia Militar.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.