A importância de cuidar do sistema imunológico em meio à pandemia

Por: - 1 de agosto de 2020
Imagem ilustrativa do novo corona vírus / unsplash.com

Em tempos de pandemia e em meio ao inverno, é cada vez mais fundamental e necessário entender a importância de ter um sistema imunológico saudável. O sistema imunológico trabalha arduamente durante o tempo todo não só para nos proteger contra os vírus existentes, mas também para combater infecções que podem acontecer a qualquer momento. 

Como funciona o sistema imunológico

O sistema imunológico é o sistema de defesa natural do seu corpo. É uma intrincada rede de células, tecidos e órgãos que se unem para defendê-lo contra invasores. Esses invasores podem incluir bactérias, vírus, parasitas e até fungos, todos com potencial para nos deixar doentes. Eles estão por toda parte – em nossas casas, escritórios e quintais. Um sistema imunológico saudável nos protege criando primeiro uma barreira que impede que esses invasores, ou antígenos, entrem no corpo. 

E se alguém passar pela barreira, o sistema imunológico produz glóbulos brancos e outros produtos químicos e proteínas que atacam e destroem essas substâncias estranhas. Eles tentam encontrar o antígeno e se livrar dele antes que ele possa se reproduzir. Caso contrário, o sistema imunológico aumenta ainda mais para destruir os invasores à medida que se multiplicam.

O sistema imunológico pode reconhecer milhões de antígenos diferentes e é capaz de produzir o que é necessário para erradicar quase todos eles. Quando está funcionando corretamente, esse elaborado sistema de defesa pode ajudar a prevenir problemas de saúde que variam de câncer ao resfriado comum.

O exercício é uma poderosa maneira poderosa de fortalecer o sistema imunológico, fazendo com que os anticorpos e glóbulos brancos do seu corpo circulem mais rapidamente, o que significa que eles podem ser capazes de detectar e se concentrar nos invasores. Exercitar-se também reduz os hormônios do estresse, o que reduz suas chances de adoecer.

Mas é importante se exercitar com moderação, já que o excesso de atividade física pode gerar tanto estresse no corpo acabando por deprimir seu sistema imunológico. Especialistas recomendam a prática de 30 a 60 minutos de exercício (vigoroso ou moderado) na maioria dos dias da semana.

Cerca de 80% do seu sistema imunológico está no intestino e, portanto, um intestino saudável é capaz de combater infecções melhor e mais rapidamente. As recomendações médicas se concentram principalmente em uma dieta rica em frutas, vegetais, grãos integrais e gorduras saudáveis, encontrada em alimentos como peixes, nozes e azeite de oliva. 

Também é importante limitar a carne e ,especialmente, alimentos processados ​​e fritos, que aceleram os processos inflamatórios. Em pessoas de mais idade ou com deficiência de alguma vitamina, os especialistas recomendam o uso de polivitamínicos, sempre acompanhado de supervisão médica.

Existe uma forte ligação entre sua saúde imunológica e sua saúde mental. Quando você está sob estresse ou ansiedade crônica, seu corpo produz hormônios do estresse que suprimem seu sistema imunológico. Embora seja impossível evitar o estresse, você pode adotar estratégias para gerenciá-lo melhor, através de uma rotina diária de exercícios e meditação.

O sono é outro impulsionador natural das nossas defesas. O sistema imunológico é como um computador e precisa de momentos de descanso para não superaquecer e o sono reinicia o sistema. Quando você não tem sono, seu corpo produz hormônios do estresse, como o cortisol, para mantê-lo acordado e alerta, o que pode suprimir suas defesas.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.