Só no final de semana, Maringá registra mais de 180 denúncias de descumprimento de medidas de isolamento social

Por: - 4 de maio de 2020
A Prefeitura de Maringá recebeu mais de 18.000 denúncias desde o começo do estado de emergência em Maringá/ Foto: Andye Iore / PMM
Somente entre sábado (2/5) e domingo (3/5), a Prefeitura de Maringá registrou 185 denúncias a respeito de descumprimento de medidas de isolamento social. Das denúncias, 59 se converteram em advertência por escrito e houve 16 autuações. De acordo com a prefeitura, o trabalho é preventivo e não punitivista.
“O isolamento social em Maringá é de extrema importância, para isso que que existe a fiscalização. Nosso objetivo não é multar e sim proteger as pessoas”, pontua o secretário da Fazenda, Orlando Chiqueto. Segundo o secretário, a fiscalização visa a reduzir riscos de contaminação pelo novo coronavírus em Maringá.
O descumprimento das medidas no final de semana foram tantos, que levou a página da Prefeitura de Maringá a fazer um desabafo no Twitter nesta segunda-feira (4/5).
Desabafo da Prefeitura de Maringá a respeito das mais de 180 denúncias de descumprimento de medidas de isolamento no final de semana/ Reprodução
Sobre o questionamento feita pela prefeitura, a respeito do que estaria faltando para as pessoas se importarem com a gravidade do coronavírus, diversos comentários diziam o mesmo, “doer no bolso!”.
Desde que foi decretado o estado de emergência pela prefeitura no dia 21 de março R$ 523,9 mil foram arrecadados só em multas pela fiscalização. No geral, a prefeitura recebeu 18.550 denúncias por telefone. O que rendeu 3.187 vistorias, com 788 advertências por escrito, 360 orientações por telefone e 168 autuações.
Durante os 45 dias de vigência do decreto de isolamento social, diversos casos de desrespeito as medidas foram flagrados nas ruas de Maringá. Bares com portas fechadas, mas lotados de clientes no interior, festas com aglomeração de pessoas em residências, churrasco em calçada, são apenas alguns exemplos do desrespeito da população.
Em 79% dos casos as denúncias são apuradas por equipes da Secretaria da Fazenda (SeFaz). Mas também há casos onde a vistoria é feita pela Secretaria de Meio Ambiente e Bem Estar Animal (Sema) e Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob).
Desde de terça-feira (28/4) a prefeitura recebeu mais de 50 notificações sobre bares e lanchonetes. Os estabelecimentos estavam funcionando em situações irregulares e com riscos de contaminação devido aglomeração de pessoas no local.
As equipes de fiscalização da prefeitura se dividem em vistorias na parte da manhã, à tarde e à noite. As denúncias devem ser feitas no telefone 156.
Na tarde desta segunda-feira (4/5), a Prefeitura de Maringá informou que a concessionária do Transporte Coletivo Cidade Canção (TCCC) foi multada em R$ 444 mil pelo Procon. A multa cautelar indica prazo de 48 horas para empresa retomar os serviços regularmente. Na manhã desta segunda-feira, o Maringá Post divulgou a reclamação de passageiros com o serviço e a lotação nos ônibus.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.