Justiça nega liminar para reabertura de academias em Maringá

Por: - 24 de abril de 2020
Academias estão fechadas desde 20 de março em Maringá / José Cruz / Agência Brasil

A Justiça negou na quinta-feira (23/4) um pedido de liminar impetrado por 11 academias de Maringá que solicitavam a retomada das atividades. A informação foi divulgada pela Prefeitura de Maringá na manhã desta sexta-feria (24/4).

Segundo o município, o juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública, Frederico Mendes Júnior, negou o pedido. Na decisão, ele citou o número de mortes provocadas pelo coronavírus nos Estados Unidos, na Itália e na França.

“A situação é demasiadamente preocupante e requer a adoção de medidas rígidas por parte dos governantes, como forma de minimizar as desastrosas consequências de um colapso na rede de saúde do país”, afirmou o juiz.

Em Maringá, as academias estão fechadas desde 20 de março, quando a prefeitura decretou estado de emergência na cidade e determinou o fechamento do comércio. Na sexta-feira (17/4), o município anunciou a retomada gradativa das atividades econômicas e liberou o funcionamento do comércio em horário especial, das 10h às 16h.

Na quarta-feira (22/4), o município pulicou decreto que permite a reabertura de salões de beleza, hotéis e a volta das feiras livres. Apesar disso, academias e shoppings centers continuam fechados em Maringá. Além da determinação municipal, o decreto 4.301/20 do Governo do Estado também determinou o fechamento de shopping centers e estabelecimentos congêneres, além de academias e centros de ginástica.

A Prefeitura de Maringá, por meio da assessoria de imprensa, informou que as medidas preventivas adotadas anteriormente e a retomada gradual das atividades econômicas seguem critério técnico e orientação científica. De acordo com o município, “o isolamento social, o distanciamento entre as pessoas e o uso de máscara seguem como pilares da prevenção”.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.