Paraná tem seis casos confirmados de coronavírus. Servidores de Maringá vão passar por treinamento

Por: - 12 de março de 2020
Cresce o número de casos confirmados no Paraná / Divulgação Agência Brasil

O Ministério da Saúde confirmou nesta quinta-feira (12/3) seis casos de coronavírus no Paraná. A Secretaria de Estado da Saúde informou que cinco pacientes são de Curitiba e um de Cianorte. No total, são 49 casos suspeitos em investigação no Estado.

Em entrevista coletiva, o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, informou que os seis pacientes estão em isolamento domiciliar. De acordo com ele, todos os casos registrados no Paraná são considerados leves.

Segundo a secretária municipal de Saúde de Curitiba, Márcia Huçulak, a orientação é que quem estiver com sintomas de gripe deve evitar contato com outras pessoas. A secretária também afirmou que não é o momento de fechar escolas e outros espaços com aglomeração de pessoas.

A Prefeitura de Maringá informou que os servidores da Secretaria de Saúde farão treinamento sobre sintomas e manejo clínico em coronavírus nesta quinta-feira. A infectologista Ana Gurgel vai direcionar protocolos para médicos, enfermeiros, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), UPAs e Hospital Municipal.

O treinamento voltado para a saúde municipal conta também com uma videoaula distribuída pela rede com atualização de procedimentos em casos de entrada de suspeitas ou casos confirmados no município. O conteúdo será ministrado pela gerente de Epidemiologia, Jussara Titato.

O Núcleo Regional de Educação (NRE) de Maringá também vai reunir diretores e pedagogos da rede pública nesta quinta-feira e sexta-feira (13/3) para repassar orientações sobre como agir nas escolas.

No Paraná, um laboratório particular havia indicado como positivo um caso suspeito de coronavírus em Curitiba na quarta-feira (11/3). Segundo orientações do Ministério da Saúde, o dado só poderia ser validado após confirmação em laboratório público. Em Maringá, havia três casos em investigação.

Na quarta-feira (11/3), a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou pandemia para o Covid-19, infecção causada pelo novo coronavírus. O termo pandemia é utilizado quando uma epidemia se espalha por diferentes continentes com transmissão sustentada de pessoa para pessoa. Atualmente, há mais de 115 países com casos declarados da infecção.

Em entrevista ao Estadão, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, disse acreditar que o Brasil deve viver semanas “duras” devido a transmissão comunitária do coronavírus. De acordo com ele, a Agência Nacional de Saúde vai obrigar hospitais privados e planos de saúde a atenderem os pacientes e a lidarem com tudo o que diz respeito ao coronavírus.

Apesar da preocupação, o Ministério da Saúde ainda não recomenda o cancelamento de grandes eventos, manifestações e restrições a cinema e metrôs.

  • Reportagem atualizada na quinta-feira (12/3), às 12h10, com informações da coletiva de imprensa da Secretaria de Estado da Saúde;

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.