Mais de 70% das escolas e creches têm candidato único nas eleições para diretor. Veja a lista de candidatos

Por: - 9 de dezembro de 2019
Eleição para diretores da rede municipal de ensino será em 10 de dezembro / Prefeitura de Maringá

As eleições para diretor de escolas e Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis) de Maringá reúne 152 candidatos em 2019. Em mais de 70% das instituições de ensino há apenas um candidato. A maioria das chapas é composta pelos atuais diretores. Entre os candidatos, 65% disputam a reeleição e 34% são novatos.

A comunidade escolhe os novos diretores para o biênio 2020-2021 nesta terça-feira (10/12). Essa é a segunda eleição direta em escolas municipais e Cmeis realizada pela atual administração municipal. O número de candidatos caiu 19% em comparação com o primeiro pleito em 2017, quando 188 candidatos participaram da eleição.

Newsletter Briefing
O que aconteceu de importante em Maringá, todo início de noite no seu email.
Saiba mais ou cadastre-se:

A quantidade de candidaturas únicas nas instituições de ensino surpreendeu a secretária de Educação, Gisele Colombari. “Nós não esperávamos, foi uma surpresa. Acredito que os servidores perceberam na prática que exercer a função de diretor exige muito das pessoas e talvez tenham repensado que ser diretor não é algo tão fácil. Precisa ter preparo, disponibilidade e as exigências e cobranças da comunidade são grandes”.

Entre os 65 candidatos que disputam a direção das 52 escolas municipais de Maringá, 47 tentam a reeleição e 18 são novatos. Em apenas 10 escolas municipais, há mais de um candidato na disputa da vaga. No caso da Escola José Aniceto, são cinco candidatos.

Em apenas 22 dos 62 Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis) há mais de um candidato. Entre os 87 candidatos que disputam a eleição, 52 são os atuais diretores e 35 são novatos. Apenas o Cmei Mafalda Noêmia B. Villanova não teve candidato inscrito. O diretor será nomeado pelo prefeito Ulisses Maia (PDT), como prevê a legislação.

Para a secretária de Educação, a eleição direta é o melhor instrumento para escolha dos diretores das instituições de ensino. “O perfil dessa gestão é um perfil que prioriza a gestão democrática e humanizada. [A eleição direta] faz parte do perfil dessa gestão, mas também existem critérios que devem ser atendidos pelos candidatos e a escolha fica na mão da comunidade”.

Na terça-feira (29/10), os candidatos participaram de uma sessão de fotos para produção de um banner como material de campanha. O período de campanha eleitoral começa no dia 14 de novembro e vai até 6 de dezembro. Segundo Gisele Colombari, as campanhas ocorrerão fora do horário escolar para não prejudicar o andamento das atividades.

Na eleição para diretores, cada família terá direito a um voto, independentemente do número de filhos matriculados na instituição de ensino. Professores e outros servidores, com exceção dos licenciados sem remuneração, também tem direito a um voto cada na escola em que trabalham. Os candidatos são eleitos por maioria simples.

Candidatos nas escolas municipais

 

Candidatos nos Centros Municipais de Educação Infantil

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.