Prefeitura de Maringá vai comprar mais 50 pistolas, coldres e algemas para a Guarda Municipal

Por: - 3 de novembro de 2019
Agente da Guarda Municipal faz aula de tiro com espingarda calibre 12 / Divulgação PMM

A Prefeitura de Maringá vai adquirir em novembro mais 50 pistolas, coldres e algemas para a Guarda Municipal. As aquisições fazem parte do processo de armamento da corporação. O investimento previsto é de até R$ 263 mil.

A licitação para a compra de 100 algemas, 130 porta algemas, 100 coldres e 130 porta carregadores para pistola, além de lanternas de LED, vai ser realizada nesta terça-feira (5/11). A compra é por registro de preço e o investimento máximo é de R$ 46,7 mil.

A compra de mais 50 pistolas calibre .380 está programada para o dia 13 de novembro. O valor máximo previsto para a aquisição é de R$ 217 mil. Desde novembro de 2018, a GM tem outras 50 pistolas, mas até o momento as armas só puderam ser usadas nos treinamentos dos agentes.

A expectativa é que a partir de janeiro de 2020, 59 agentes comecem a usar armas de fogo nas ruas da cidade. A única pendência, segundo o secretário de Segurança de Maringá, Clodoaldo Rossi, é a liberação dos portes de armas dos agentes pela Polícia Federal. “O pedido já foi feito, não esta mais no nossa mão”, afirmou Rossi.

Rossi acredita que a mudança vai trazer mais segurança para os cidadãos e para a própria GM. “Quando você tem um guarda equipado com arma de fogo do seu lado, você tem mais segurança, pois ele tem mais condições para realizar abordagens. Hoje, se o guarda sentir que tem alguém armado, ele tem que medir mais a abordagem dele, ser mais cauteloso”, disse o secretário.

Para utilizarem as armas de fogo, os agentes passaram avaliações psicológicas, aulas teóricas e aulas de tiro. Todos os guardas municipais que passaram pela capacitação receberam o diploma de formação em 2019.

Uma nova turma, com 23 guardas municipais, iniciou o curso de formação no mês de agosto. Quando concluírem o processo, a Guarda Municipal de Maringá vai ter 82 agentes aptos a trabalhar com as pistolas nas ruas.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.