São 59 os agentes capacitados para usar armas de fogo na GM de Maringá. Trabalho começa entre dezembro e janeiro

Por: - 28 de agosto de 2019
Agentes da Guarda Municipal de Maringá em treinamento de tiro com revólveres / Aldemir de Moraes/PMM

Nesta quarta-feira (28/8), quando a Guarda Municipal de Maringá completou 12 anos de fundação, 29 agentes concluíram o curso de formação para usar armas de fogo na GM de Maringá. Outros 30 agentes concluíram o curso no mês de junho de 2019.

Toda a documentação foi encaminhada para a Polícia Federal, que é responsável pela liberação do porte a cada um dos agentes. A previsão é que até janeiro comecem a ser usadas as armas de fogo na GM de Maringá, mas o prazo tem chances de ser antecipado.

No dia 10 de dezembro, termina o prazo de seis meses da implantação do Estatuto da Guarda Municipal de Maringá, que regulamenta a questão do uso dos armamentos. Até lá, também se espera que a Polícia Federal tenha liberado os portes aos agentes.

“Cumprimos, efetivamente, com mais uma etapa de evolução da Guarda Municipal e um compromisso com a sociedade maringaense. A segurança é responsabilidade de todos e o município dá sua contribuição”, afirmou o prefeito Ulisses Maia (PDT) na cerimônia de formatura dos 29 agentes.

Uma nova turma, com 23 guardas municipais, iniciou o curso este mês. Para a habilitação em armas de fogo, os guardas passaram por capacitação de 234 horas-aula com instrutores da Polícia Militar no manuseio de revólveres, pistolas e espingardas calibre 12, além de ações táticas de reação em situações de confronto.

Antes, também participaram de formação de 558 horas-aula em disciplinas de direito constitucional, administrativo, penal e processo penal, ética e cidadania, direitos humanos, legislação ambiental e de trânsito, entre outras.

O comandante do 4º Batalhão, tenente-coronel Ademar Carlos Paschoal, parabenizou o investimento em segurança pelo município e lembrou que a arma deve ser utilizada para “salvar vidas”.

O secretário de Segurança, Clodoaldo de Rossi, ressaltou a importância do trabalho coletivo, sobretudo a união e harmonia das forças de segurança. Também destacou a confiança nos guardas municipais.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.