Dos 3.798 servidores com direito à Trimestralidade, 918 ainda não retiraram pagamento de 2018

Por: - 15 de julho de 2019
Assembleia do do 7 de outubro de 2017: servidores aprovam por unanimidade a proposta de pagamento da trimestralidade / Sismmar

O Sindicato dos Servidores Municipais de Maringá (Sismmar) procura por 918 pessoas ou herdeiros com direito à Trimestralidade. Os cheques destinados a esses beneficiários estão prontos desde o final do ano.

Esta história começou há 26 anos, quando a inflação passava de 10% ao mês. Em uma tumultuada sessão da Câmara de Maringá foi revogada a lei que estabelecia a correção trimestral dos vencimentos dos servidores municipais.

Newsletter Briefing
O que aconteceu de importante em Maringá, todo início de noite no seu email.
Saiba mais ou cadastre-se:

O caso ficou conhecido como Trimestralidade. O Sismmar conseguiu judicialmente o direito ao pagamento dos reajustes que não foram concedidos. O benefício foi conquistado para 3.798 servidores.

Cerca de 800 beneficiários faleceram antes do pagamento da primeira parcela, em 2018, e o dinheiro nesses casos é repassado aos herdeiros. Agora, prestes a distribuir o pagamento da segunda parcela, de R$ 7.728.553,16 (líquido), o Sismmar informou que 918 pessoas ainda não compareceram ao sindicato para receber a primeira parcela.

O pagamento da segunda parcela vai ser feito em outubro por meio de cheques nominais, que já começaram a ser impressos pelo sindicato. Nesse processo, a presidente do Sismmar, Iraídes Baptistoni, vai repetir a assinatura quase 8 mil vezes nos originais e nas cópias dos cheques.

acordo com o Sindicato dos Servidores Municipais de Maringá (Sismmar), firmado em outubro de 2017, pelo prefeito Ulisses Maia (PDT), prevê que o pagamento seja feito em sete parcelas, sempre em setembro. A primeira é de R$ 7 milhões e as outras seis de R$ 10 milhões.

Há ainda, em paralelo à ação protocolada pelo Sismmar, ações de outros servidores que ingressaram em separado na Justiça para receber os benefícios. Entenda melhor como surgiu a dívida da Trimestralidade nesta outra reportagem do Maringá Post.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.