ONG Dignidade Animal se junta ao abrigo Salvando Vidas Maringá e vai transferir animais. Tem feira de adoção no sábado

Por: - 28 de março de 2019
Transferência dos animais vai ser realizada gradativamente / Reprodução Facebook

Após enfrentar vários problemas por causa da falta de estrutura, a ONG Dignidade Animal anunciou nesta quinta-feira (28/3) que vai se juntar ao abrigo Salvando Vidas Maringá. A nota divulgada no Facebook das duas instituições informa que os 70 cães que eram atendidos no abrigo serão retirados do local e transferidos para a Salvando Vidas Maringá.

Em reportagem divulgada na quarta-feira (27/3) pelo Maringá Post, a ONG Dignidade Animal desmentiu o boato divulgado em grupos de WhatsApp de que o abrigo pudesse fechado. No entanto, a voluntária Mari Cunha afirmou que a entidade precisava de outro local para atender os animais porque o dono do terreno tinha pedido o espaço de volta.

As dificuldades enfrentadas pela ONG ganharam destaque quando a prefeitura decidiu transferir a festa de Carnaval para a Avenida Reitor Rodolfo Purpur, na Zona 10, próximo ao abrigo. O município chegou a viabilizar alguns locais para que a ONG pudesse desenvolver as atividades, mas não houve acordo. A voluntária afirmou que as discussões também não avançaram após o Carnaval.

De acordo com as duas entidades, a ideia da junção surgiu há cerca de um mês. No entanto, apenas no final da tarde desta quarta-feira (27/3) o acordo foi fechado. A presidência da ONG Dignidade Animal será repassada para o responsável do abrigo Salvando Vidas Maringá, Lemuel Rodrigues.

Ele explicou que os voluntários e os atendimentos das duas associações continuam normalmente, mas agora tudo será concentrado na sede da Salvando Vidas Maringá.

A entidade surgiu há três anos e cuida de animais doentes ou que sofreram acidentes, diferente do trabalho da Dignidade Animal que atende apenas de animais abandonados. Atualmente, o Salvando Vidas Maringá atende 104 animais, entre cães, gatos e um macaco. A entidade tem espaço de mais de mil metros quadrados, 48 baias e um gatil em construção.

O processo de transferência dos animais da ONG Dignidade Animal para o abrigo vai ser  feito de forma gradativa e, segundo Lemuel Rodrigues, vai durar até dois meses para ser concluído. “A gente vai preparar os animais para que eles possam participar das feiras de adoção. Conforme eles forem adotados, vamos ao abrigo e retiramos mais animais.”

Os primeiros cães retirados da ONG Dignidade Animal vão participar de uma feira de adoção neste sábado (30/8). A feira ocorre durante a apresentação do El Cielo Residence, novo empreendimento da Pedro Granado Imóveis, na Avenida Laguna, 387, das 10h às 18h.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.