Novo temporal, no fim da tarde desta quarta, atinge com mais intensidade a região norte de Maringá

Por: - 16 de janeiro de 2019

Maringá foi novamente atingida por um temporal no fim da tarde desta quarta-feira (16/10). Segundo balanço da Defesa Civil divulgado na manhã desta quinta-feira (17/1), 51 árvores caíram na cidade, desse total sete sobre casas e três sobre veículos. Além disso, centenas de galhos caíram sobre vias e dezenas de cabos de energia foram rompidos.

O temporal também quebrou seis postes de energia na cidade e, de acordo com a Copel, cerca de 1.800 domicílios ainda estão sem energia na manhã desta quinta-feira na região de Maringá. Segundo a empresa, são 146 ocorrências para atendimento ao longo desta quinta-feira, das quais 115 foram geradas na cidade.

A Copel reforça a orientação de manter distância de fios caídos e outras situações que possam representar riscos. O telefone da empresa é o 0800 51 00 116, e o contato para informar falta de luz também pode ser feito por celular, por meio do aplicativo gratuito Copel Mobile.

É a terceira chuva forte que atinge a cidade desde segunda-feira, quando milhares de pessoas ficaram sem energia elétrica. Na terça (15/1), um carro em movimento foi atingido por uma árvore na Avenida Laguna, no entorno do Parque do Ingá.

Nesta quarta, o vento forte atingiu com mais intensidade os bairros da zona norte da cidade, onde a Defesa Civil tinha recebido mais de 40 chamados até às 18h30. Ainda na quarta-feira, numa avaliação preliminar, a Defesa Civil informou que a região do Jardim Paris e do Conjunto Hermann Moraes de Barros registraram boa parte das ocorrências.

Houve registro de casas atingidas e de queda de árvores em avenidas. Uma caiu no prolongamento da Avenida Alício Campolina e derrubou postes. A pista ficou bloqueada e a preocupação era fazer a limpeza do local antes do anoitecer, já que o trecho ainda não tem iluminação pública.

Também houve o registro da queda de uma árvore na Avenida Alexandre Rasgulaeff, entre as avenidas Tuiuti e Pedro Taques. A passagem para quem segue em direção à Avenida Pedro Taques ficou bloqueada.

Também na Avenida Alexandre Rasgulaeff, caiu outra árvore que bloqueou a pista para quem seguia da rotatória com a Avenida Américo Belay em direção à Avenida Morangueira.

Segundo o informe das condições do tempo do instituto Simepar, “na quinta-feira o eixo da frente fria se desloca do extremo sul do Brasil no sentido sudoeste para nordeste. O avanço deste sistema frontal contribui para a manutenção da instabilidade do ar sobre o Paraná. As chuvas, de curta duração, continuarão presentes sobre todas as regiões paranaenses.”

  • Reportagem atualizada na quinta-feira (17/1), às 8h25, com o balanço divulgado pela Defesa Civil de Maringá. 
  • Atualização na quinta-feira (17/1), às 9h30, com informações da Copel.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.