Temporal com chuva de granizo derruba dezenas de árvores e deixa milhares sem energia elétrica em Maringá

Por: - 14 de janeiro de 2019

O temporal com chuva de granizo que atingiu Maringá no começo da noite desta segunda-feira (14/1) derrubou dezenas de árvores e deixou milhares de moradores sem energia elétrica. Houve registro de pedriscos de gelo na Vila Operária, zona 4, centro, zona 2 e Jardim Aclimação.

Em relação à falta de energia elétrica, teve relatos de desabastecimento no centro, na zona 2, na Vila Cleópatra, Jardim Ipanema, zona 7, Conjunto Itatiaia e em pontos isolados por causa da queda de árvores.

Até as 21 horas desta segunda-feira, a Defesa Civil não havia divulgado nenhum balanço das ocorrências, mas caíram árvores na Avenida JK, ao lado do Cemitério Municipal, na Avenida Colombo, próximo ao viaduto da Avenida Tuiuti, na Avenida Gastão Vidigal e na Rua La Paz, no Jardim Alvorada.

Na Rua José Peralta Pardial, no Parque Residencial Aeroporto, também caíram duas árvores, o que deixou parte do bairro ser energia.

A chuva intensa foi prevista pelos institutos climatológicos, que trazem previsão de mais chuvas fortes na cidade nos próximos dias.

Por volta das 21h30, a Defesa Civil também confirmou a queda de árvores na Avenida Osires Guimarães, no Jardim Liberdade, e em várias ruas do Jardim Internorte.
Neste horário, ainda havia relatos de semáforos desligados na área central de Maringá, devido à falta de energia elétrica.

A Estação Climatológica do Simepar informou ter registrado rajadas de vento de 43,6 km/h às 20 horas desta segunda-feira. Em Campina da Lagoa, os ventos ultrapassaram os 100 km/h horas antes.

Sobre as condições do tempo, o Simepar informa que “uma frente fria se organiza entre o Uruguai e o nordeste da Argentina nesta terça-feira entretanto, mais uma vez, este não se desloca em direção ao Paraná entretanto o regime de chuvas rápidas (pancadas de chuvas) permanece”.

  • Reportagem atualizada às 21h50 desta segunda-feira (14/1), com mais informações sobre os estragos e dados do Simepar.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.