Depois de semana marcada por temporais, rajadas de vento de 100km/h e falta de energia, Maringá tem previsão de pancadas de chuva para terça-feira

Por: - 21 de outubro de 2018
Trabalho de religamento da energia elétrica em bairro de Maringá na manhã deste domingo / João Ramos

Na manhã deste domingo (21/10) muitas residências de Maringá ainda sofriam com a falta de energia elétrica. A quebra de postes e o rompimento da rede elétrica deixaram 24 mil unidades consumidoras da cidade sem abastecimento depois do temporal registrado na tarde de quinta-feira (18/10). Na manhã de sexta, ainda havia 8 mil sem energia.

No sábado (20/10), moradores da Rua Vereador Arlindo Planas fizeram um protesto. Eles usaram pneus para fazer a rua, devido à falta de energia elétrica. Comerciantes da Avenida Paraná também reclamaram do desabastecimento.

Por meio da página oficial no Facebook, o prefeito Ulisses Maia afirmou que acionaria o Procon para investigar “as verdadeiras razões de tanta demora para restabelecer o fornecimento de energia. Em muitos casos as equipes da Defesa Civil e Semusp não podem recolher árvores caídas sobre fiação e postes porque a Copel precisa primeiro desligar a energia no local”, afirmou na tarde de sábado (20/10).

Nos comentários da postagem do prefeito, muitas pessoas citaram exemplos de problemas com árvores e energia elétrica.

Foi a maior tempestade registrada em 2018 na cidade, a considerar o número de quedas de árvores registradas pela Defesa Civil. Foram 242 em áreas públicas e mais 12 dentro de quintais. A contagem inclui 26 residências atingidas e 19 veículos danificados.

O grupo Stormaringa fez transmissões ao vivo no Facebook quando a tempestade se aproximava de Maringá e postou o vídeo abaixo com imagens impressionantes.

Previsão de pancadas de chuva para terça-feira

O portal Climatempo, além do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) e do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) indicam que não vai chover nesta segunda-feira (22/10), embora em parte do dia o céu fique nublado. Diferente do Instituto Simepar, que indica pequena chance de chuva na segunda.

O que os quatro institutos concordam é que volta a chover forte em Maringá na terça-feira (23/10). A previsão é de pancadas de chuva à tarde e à noite. O Simepar indica, inclusive, possibilidade de rajadas de vento de até 62 km/h. O volume de chuva previsto, segundo o Climatempo, pode chegar a 10 mm.

A previsão de chuva se estende para quarta-feira e quinta-feira (25/10), quando é prevista uma queda significativa na temperatura. O Climatempo indica uma temperatura máxima de até 23° para os dois dias. O INPE aponta máxima de 21° na quinta, mesmo valor previsto pelo INMET.

 

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.