Rajadas de vento levam ao cancelamento de voos da Azul em Maringá nesta sexta-feira. Passageiros que embarcariam às 10h55 só seguiriam viagem cinco horas depois

Por: - 24 de agosto de 2018
Passageiros que tiveram voos cancelados na manhã desta sexta-feira (24/8) no Aeroporto de Maringá / Jéssica de Moraes

O Aeroporto Regional de Maringá Silvio Name Junior teve mais uma manhã de transtornos para dezenas de passageiros nesta sexta-feira (24/8) com o cancelamento de dois voos da Azul, o AD2583, que pousaria às 10h25, e o AD5095, que desceria às 11h25. Na quarta-feira (22), três voos foram cancelados devido ao forte nevoeiro.

Os cancelamentos ocorridos na manhã desta sexta tiveram como causa o vento forte na região do aeroporto. Segundo um passageiro que aguardava o embarque, uma das aeronaves chegou a tentar o pouso, mas o piloto arremeteu. O voo AD2583 decolaria às 10h55 para Campina e o AD5095, às 11h55, para Curitiba.

Os passageiros com destino a Campinas foram relocados para o voo da Azul AD2839, que estava previsto para decolar de Maringá às 15h55. Alguns deixaram o aeroporto, para retornar posteriormente, e outros permaneceram no saguão. Uma passageira, que estava com o marido, disse que o casal recebeu R$ 56 da companhia para uma refeição.

Antes dos cancelamentos de voos da Azul, que foram redirecionadas para Londrina, uma aeronave da Gol pousou e decolou, às 8h25. Um controlador de voo da Torre de Controle, que pediu para não ser identificado, disse que a decisão de pousar é do comandante da aeronave e que, dependo da velocidade e direção dos ventos, a operação é de alto risco.

As fortes rajadas de vento cessaram e às 12h45 pousou uma outra aeronave da Gol. Já na quarta-feira, foram cancelados dois voos da Azul, ambos vindos de Curitiba, e um da Gol, vindo de São Paulo. Os voos também foram transferidos para Londrina. O nevoeiro se dissipou no inicio da tarde e as operações de pouso e decolagem foram iniciadas.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.