Prefeitura de Maringá faz nova chamada para empresas patrocinarem parque de animais de estimação. Proposta inicial era lançar Parcão no dia 11 de maio, mas atrasou

Os pets vão ter que esperar. O Parcão, Parque de Animais de Estimação idealizado pela Prefeitura de Maringá ainda não conquistou parceiros. Foi prorrogado o chamamento público aberto pela administração municipal para atrair empresas para patrocinarem a implantação e manutenção do espaço.

Pela proposta original, divulgada no final de março de 2018, a parceria estaria consolidada e seria apresentada na sexta-feira (11/5), em meio às comemorações do Aniversário de 71 anos de Maringá. O contrato valeria de 11/5/2018 a 11/5/2019.

Agora, com o novo chamamento, assinado na quarta-feira (2/5) e publicado na sexta-feira (4/5), os interessados terão mais 30 dias para fazer o cadastro e participar do processo. A empresa ou entidade que aceitar patrocinar o Parque de Animais de Estimação, Parcão, vai explorar por um ano a publicidade no espaço.

Há um projeto específico, elaborado de prefeitura. A proposta é criar o parque dos pets no quadrilátero formado pelo Largo Pioneiro José Ignácio da Silva, a Rua Antônio Otávio Scramin e a Avenida Brasil.

O terreno fica na região do Maringá Velho, onde atualmente existe apenas um gramado e algumas poucas árvores. Atualmente, nos finais de tarde, donos de animais de estimação que moram próximo ao espaço, aproveitam o local para passear com os cães.

Patrocínio para o Parque de Animais de Estimação

A busca de patrocínio por parte da administração municipal visa a reduzir os custos da revitalização do espaço e poderá ser replicada em outras áreas públicas.

No final do ano passado, a administração municipal publicou um decreto para regulamentar as parcerias com a iniciativa privada.

As empresas interessadas precisam manifestar o interesse junto ao setor de imprensa da administração municipal.

As condições exigidas são:

  • ser pessoa jurídica estabelecida no país;
  • não ter penalidade de suspensão ou declaração de inidoneidade pela administração pública;
  • estar em situação cadastral, tributária e fiscal regular.

Ao final do prazo de cadastro, a Secretaria Municipal de Serviços Públicos (Semusp) fará o chamamento dos interessados e apresentação das condições necessárias e critérios de julgamento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.