Briefing: 13º salário para vereadores, gastança de deputados e o caos em Umuarama

Por: - 28 de setembro de 2017
Populares promovem destruição de prédio da Delegacia de Umuarama; mãe da criança morta estava no prédio / YouTube

Olá, aqui é o Murilo. E no Briefing de hoje há vários fatos que poderão provocar indignação. O primeiro é que os vereadores de Maringá acenaram com a possibilidade de votar, em regime de urgência, a concessão do 13º salário para eles mesmos. O segundo é que muitos deputados estaduais do Paraná demonstram adorar jornais, revistas, postagens em sites e assinaturas de canais pagos da televisão, desde que o pagamento seja feito com dinheiro público. E o terceiro é a barbárie provocada por moradores de Umuarama. Revoltados com um crime, levaram destruição e vandalismo contra o patrimônio público e privado. Vamos lá.

1 – A farra das assinaturas de TV a cabo

O Portal da Transparência da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) apresenta valores e notas fiscais, mas não é possível saber exatamente todos os periódicos apreciados pelo deputado estadual Luiz Cláudio Romanelli (PSB) e nem os canais de TV paga de sua preferência. O que é certo, é que todo mês ele pede um ressarcimento de R$ 10 mil para este fim, comprovado com nota de uma única empresa. A deputada e cantora Mara Lima (PSDB) é outra parlamentar ligada na mídia, mas a impressão é que o interesse é mais pela divulgação dos seus trabalhos. Leia mais.

Deputados do Paraná chegam a gastar até R$ 10 mil por mês com “assinatura de TV a cabo, periódicos e afins”

2 – Crimes injustificáveis de um maníaco e de ignorantes

Impossível não considerar que a ignorância tenha sido o principal motor da barbárie registrada em Umuarama. Revoltados com um maníaco covarde que matou uma menina inocente de seis anos, populares se rebaixaram ao mesmo nível de um criminoso. Depredaram o patrimônio público e privado e protagonizaram cenas esdrúxulas que correram o Brasil. Veja a reportagem e os vídeos da barbárie.

Moradores de Umuarama tentam invadir delegacia e linchar homem suspeito de matar menina

3 – Consumidor se mostra disposto a comprar

A partir de uma pesquisa feita com 400 pessoas em Maringá, uma consultoria calculou que nos próximos doze meses, onze mil imóveis residenciais serão comercializados na cidade. Com a crise em andamento e preços teoricamente mais baixos, a indicação é de um bom momento para investir. Veja mais detalhes.

Maringaense busca imóvel residencial, em local seguro, de até R$ 300 mil e com área de lazer

4 – Rapidinha do Post

Foi por muito pouco que os vereadores não se aproveitaram de uma sessão extraordinária, na manhã desta quinta-feira (28/9), para aprovar o 13º salário para eles mesmos. O projeto de lei ordinária, assinado por sete vereadores, acabou retirado de pauta, mas logo volta.

Se sociedade deixar e ficar quieta, com certeza Mário Hossokawa, Mário Verri, William Gentil, Sidnei Telles, Odair Fogueteiro, Belino Bravin e Alex Chaves, signatários da proposta, conseguirão o apoio de mais algum edil para garantir o salário extra. É mais uma conta para o povo pagar.

5 – Dá para ser secreto no Facebook?

A principal regra do LDRV, o maior grupo secreto do Facebook no Brasil é: “O que acontece no grupo, fica no grupo”. Acredita? A regra é não vazar nenhum conteúdo e o membro que fizer isso simplesmente é excluído. Conheça esta mania curtida por centenas de milhares de jovens.

Grupo secreto do Facebook, o LDRV, passa de um milhão de membros

Este foi mais um Briefing do Maringá Post. Amanhã tem mais. Até lá.

Quer receber o Briefing do Maringá Post por e-mail. É fácil, acesse aqui.

Você pode receber as principais notícias de Maringá pelo WhatsApp. Clique e veja

 

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.