Estudante maringaense é alvo de nova fase da Operação Lesa Pátria, contra envolvidos nos atos de 8 de janeiro

Compartilhar

Mandado de busca e apreensão contra o estudante foi cumprido na manhã desta segunda-feira (8), em Londrina. Ao todo, 47 mandados judiciais foram expedidos em todo o Brasil na 23ª fase da Operação.

Por Victor Ramalho

Um estudante de Maringá, que não teve a identidade revelada, foi um dos alvos da 23ª fase da Operação Lesa Pátria, que visa identificar envolvidos nos atos antidemocráticos de 8 de janeiro de 2023, em Brasília. Um mandado de busca e apreensão contra o maringaense foi cumprido na manhã desta segunda-feira (8), em Londrina.

De acordo com a Polícia Federal (PF), para esta fase da operação, deflagrada nesta segunda (8), 47 mandados judiciais foram expedidos em todo o Brasil, sendo 46 mandados de busca e apreensão e 1 de prisão preventiva. O mandado de prisão, conforme a PF, foi cumprido no estado da Bahia.

No Paraná, foi apenas 1 mandado de busca e apreensão, cumprido em Londrina. Ao todo, as ordens judiciais foram cumpridas nos estados do Rio Grande do Sul, Bahia, Mato Grosso, Goiás, Minas Gerais, Maranhão, Paraná, Rondônia, São Paulo, Tocantins, Santa Catarina e Distrito Federal.

Também segundo a Polícia Federal, a Justiça determinou ainda a indisponibilidade de bens, ativos e valores dos investigados. Apura-se que os valores dos danos causados ao patrimônio público possam chegar à cifra de R$ 40 milhões.

Foto: Divulgação/Polícia Federal


Compartilhar