Prefeitura compra vagas em creches particulares; matrículas começam na segunda-feira

creches

Maringá investe mais de 12 milhões em vagas de creches particulares. No total, serão ofertadas 995 vagas na rede particular.
Foto: Vivian Silva / PMM

Por falta de vagas nos centros de educação infantil do município, a prefeitura de Maringá tem optado por comprar o serviço de instituições particulares.  A estratégia municipal é terceirizar o atendimento das crianças em creches particulares da cidade – ao invés de construir novas unidades ou ampliar os atuais, contratando mais servidores.

Segundo a Secretaria de Educação, Tania Periotto, o município tem atualmente 1.019 crianças de 0 a 3 anos aguardando por uma vaga. Mas há quatro meses, a Prefeitura de Maringá veem prometendo resolver o problema.

Maringá já iniciou o processo de assinatura dos contratos com as 19 unidades da rede particular que participaram do chamamento público e foram selecionadas. No total, serão ofertadas 995 novas vagas na rede particular, investimento de mais de R$ 12 milhões anuais. Na prática, o município está disposto a pagar cerca de R$ 1 mil de mensalidade por criança.

A expectativa é que todos os contratos sejam assinados até a próxima semana. Após a assinatura, a Secretaria de Educação (Seduc) selecionará os alunos que serão atendidos em cada escola contratada, dando preferência para para aquela mais próxima de onde os estudantes moram. As escolas contratadas entrarão em contato com os responsáveis para orientar sobre as matrículas. Os pais que tiverem dúvidas podem entrar em contato com a Seduc pelo telefone (44) 3221-6916.

Atualmente, o município oferta 8.947 vagas para crianças de 0 a 3 anos. Destas, 6.840 são na rede municipal e 2.107 vagas em 22 unidades da rede particular. Das 19 escolas selecionadas neste novo edital de chamamento, 16 já oferecem vagas para o município e apenas três ainda não eram contempladas.