Matrículas nas creches particulares podem ser feitas a partir de segunda-feira, diz prefeitura

Por falta de vagas nos centros de educação infantil do município, a prefeitura de Maringá tem optado por comprar o serviço de instituições particulares.  A estratégia municipal é terceirizar o atendimento das crianças em creches particulares da cidade – ao invés de construir novas unidades ou ampliar os atuais, contratando mais servidores.

O orçamento para este ano é de R$ 12.118.200,00 para aquisição de 1.000 vagas – o que representa R$ 12,1 mil por vaga (ano). Na prática, o município está disposto a pagar cerca de R$ 1 mil de mensalidade por criança.

O edital prevê a contratação de mil vagas, no valor de R$ 1.009,85, por aluno. O investimento previsto é de R$ 12 milhões. Atualmente, segundo a Secretaria de Educação, o município tem 1.019 crianças de 0 a 3 anos aguardando por uma vaga. Mas há quatro meses, a Prefeitura de Maringá veem prometendo resolver o problema.

O Ministério Público deu um prazo de 15 dias para a prefeitura de Maringá zerar a fila de espera por vagas em creches para crianças de 0 a 3 anos.

A assinatura de homologação de compra de 995 vagas ocorreu nesta terça-feira (05), segundo o chefe de gabinete Domingos Trevisan.

“Com a homologação do edital que a prefeitura assina hoje, já vai para a elaboração do contrato e esses contratos serão assinados ainda nesta semana e a partir de segunda-feira as escolas já estarão em condições de realizar as matriculas.” disse.