Partido de Ratinho Junior, PSD venceu as eleições em mais de 40% das cidades da Amusep

Por: - 20 de novembro de 2020
Prefeito de Maringá, Ulisses Maia foi reeleito pelo PSD, partido de Ratinho Junior / Reprodução Facebook Ulisses Maia

Nas cidades da Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense (Amusep), 41,37% das prefeituras serão administradas, a partir de 2021, por prefeitos do Partido Social Democrático (PSD), sigla do governador do Paraná, Ratinho Junior. Entre os municípios da Amusep, doze elegeram prefeitos do partido. Em seguida, aparece o Partido Social Cristão (PSC) e o Progressitas (PP) com três prefeituras cada.

O levantamento considera apenas 29 das 30 cidades da Amusep, já que em Munhoz de Mello, distante 43 km de Maringá, o comando da prefeitura segue indefinido. Na cidade, o candidato Gilmar (MDB) obteve a maior votação, com 55,95% dos votos, mas teve a candidatura indeferida pela Justiça Eleitoral.

O candidato apresentou recurso e aguarda julgamento. Neste caso, os votos são considerados inicialmente anulados sub judice e vão se tornar válidos apenas se a decisão judicial for revertida.

Se a situação jurídica não for resolvida até o dia 31 de dezembro, o presidente da Câmara de Vereadores assumirá a prefeitura até que haja uma nova decisão. Se a decisão for revertida, Gilmar poderá ser diplomado e empossado. Caso o indeferimento torne-se definitivo, novas eleições serão realizadas em Munhoz de Mello.

No Paraná, o PSD foi o partido que mais recebeu votos: 1.076.877. Além disso, foi a sigla que conquistou mais prefeituras, 128. Em Maringá, o prefeito Ulisses Maia disputou as eleições em 2016 pelo PDT. Neste ano, após convite do governador Ratinho Junior, Maia migrou para o PSD e foi reeleito pelo novo partido.

No Estado, o partido do governador encabeçou ou compôs a chapa de 245 prefeitos eleitos e venceu em 73 das 100 maiores cidades. O partido ainda disputa o segundo turno em Ponta Grossa com a Professora Elizabeth, em 29 de novembro.

No próximo ano, os municípios da Amusep terão representantes de 11 partidos. O cenário é diferente da última eleição municipal em 2016, quando prefeitos de 14 siglas foram eleitos. Naquele ano, o partido que conquistou mais prefeituras foi o PMDB, atual MDB, com cinco prefeitos eleitos. Em seguida estavam PP, PDT, PSD e PSDB com três prefeituras cada.

Veja o número de prefeituras por partido na Amusep a partir de 2021:

  • PSD:12
  • PP: 3
  • PSC: 3
  • Cidadania:2
  • DEM: 2
  • MDB: 2
  • Patriota: 1
  • PL:1
  • PSB: 1
  • PTB:1
  • PV: 1

4 cidades serão comandadas por mulheres

O número de mulheres prefeitas segue o mesmo das últimas eleições. Elas continuarão no comando da prefeitura de quatro cidades da Amusep, mas em municípios diferentes do pleito de 2016. Foram eleitas Suzie Pucillo (PP) em Astorga, Edna Contin (PSD) em Floraí, Enfermeira Ivonéia (Cidadania) em Mandaguari, e Dra Geny (PV) em Santo Inácio.

Em 2016, foram eleitas prefeitas em Presidente Castelo Branco, Paranacity, Lobato e Flórida. As prefeitas de Flórida, Márcia Dall Ago (PSL), e Paranacity, Sueli Wanderbrook (PP), disputaram a eleição, mas não conseguiram se reeleger.

Em Presidente Castelo Branco, Gisele Potila Faccin Gui (DEM), e em Lobato, Tania Martins Costa (MDB), estão no segundo mandato consecutivo e, pela legislação eleitoral, não poderiam ser candidatas.

Entre as 29 cidades que definiram os prefeitos para os próximos quatro anos, mais da metade, 55,17%, escolheu novos nomes. Em 16 municípios não houve reeleição. Apesar disso, em pelo menos três cidades o candidato eleito era vice-prefeito. Nos outros 13 municípios, o que representa 44,82% do total, os prefeitos foram reeleitos para mais um mandato.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.