Evandro Oliveira (PSDB) gasta 42 vezes mais por voto do que Professor Edmilson (PSOL). Veja o custo por voto de cada candidato

Por: - 19 de novembro de 2020
Professor Edmilson, à direita, ficou logo atrás de Evandro Oliveira, à esquerda, no resultado das eleições / Montagem

O maior custo por voto nas eleições municipais de Maringá foi da campanha de Evandro de Freitas Oliveira (PSDB). O tucano gastou R$ 114,84 por voto, o equivalente a 42 vezes mais do que gastou Professor Edmilson (PSOL), que ficou logo atrás de Oliveira no resultado das eleições com 325 votos de diferença.

Professor Edmilson ainda registrou o menor gasto por voto entre os candidatos, com R$ 2,70. O cálculo considera o valor das despesas da campanha dividido pelo número de votos de cada candidato.

Em valores totais, a campanha de Ulisses Maia (PSD) foi a que mais gastou entre os candidatos. As despesas declaradas à Justiça Eleitoral somam R$ 1,159 milhão, segundo a última atualização da prestação de contas em 17 de novembro. Com esse investimento, o atual prefeito gastou R$ 11,25 por voto.

Em seguida, no montante total de gastos, está a Coronel Audilene (Progressitas) com despesas totais de R$ 1,154 milhão, de acordo com a última atualização em 17 de novembro. Ela gastou R$ 66,37 por voto. Os números podem sofrer alterações, já que as campanhas tem até um mês após as eleições para fazer a prestação de contas final.

Depois de Evandro de Freitas Oliveira, a candidata Akemi Nishimori (PL) acumula o segundo maior custo por voto entre os candidatos. A campanha dela gastou R$ 82,01 por voto.

Valdir Pignata (Cidadania) fica em segundo lugar com o menor custo por voto. Ele gastou R$ 4,61 por voto recebido. Pignata é o candidato que, até o momento, menos gastou com despesas de campanha, segundo informado à Justiça Eleitoral.

A campanha dele informou gastos de R$ 2.480,00, segundo a última atualização da prestação de contas em 13 de novembro.

Veja o custo por voto de cada candidato:

  1. Evandro de Freitas Oliveira (PSDB): R$ 114,84
  2. Akemi Nishimori (PL): R$ 82,01
  3. Anníbal Bianchini (PTC): R$ 69,80
  4. Carlos Mariucci (PT): 68,99
  5. Coronel Audilene (Progressistas): R$ 66,37
  6. Dr. Batista (DEM): R$ 32,40
  7. Rogério Calazans (Avante): R$ 20,35
  8. Bovo (PODE): R$ 19,23
  9. Homero Marchese (Pros): 18,98
  10. Eliseu Fortes (Patriota): R$ 16,42
  11. Ulisses Maia (PSD): R$ 11,25
  12. Valdir Pignata (Cidadania): R$ 4,61
  13. Professor Edmilson (PSOL): R$ 2,70

Gastou mais do que recebeu

Entre os 13 candidatos que disputaram a Prefeitura de Maringá, três declararam despesas maiores do que os recursos recebidos. Ulisses Maia gastou R$ 1,159 milhão, mas até a última atualização da prestação de contas, em 17 de novembro, informou ter recebido R$ 1,023 milhão.

Outra candidatura no vermelho é de Homero Marchese (Pros), que até a última atualização, em 14 de novembro, informou despesas de R$ 648 mil, mas recebeu R$ 595 mil.

Rogério Calazans recebeu R$ 47 mil, mas declarou à Justiça Eleitoral despesas no valor de R$ 62,3 mil, segundo última atualização em 11 de novembro. A campanha de Calazans foi a única que não recebeu recursos de partidos e foi financiada apenas com doações do candidato e de outras pessoas.

Evandro de Freitas Oliveira recebeu recursos da direção nacional do PSDB, mas 84% dos R$ 243 mil em recursos recebidos foram bancados pelo próprio candidato, de acordo com a última atualização da prestação de contas em 12 de novembro. Ele fez a doação de R$ 206 mil para a própria campanha.

Veja quanto recebeu e quanto gastou cada candidato:

  • Akemi Nishimori recebeu R$ 520.000,00 e gastou R$ 357.655,54
  • Anníbal Bianchini recebeu R$ 87.800,00 e gastou R$ 70.153,40
  • Bovo recebeu R$ 487.603,20 e gastou R$ 70.117,00
  • Carlos Mariucci recebeu R$ 336.051,00 e gastou R$ 289.151,00
  • Coronel Audilene recebeu R$ 1.273.250,00 e gastou R$ 1.154.797,08
  • Dr. Batista recebeu R$ 181.000,00 e gastou R$ 176.361,74
  • Eliseu Fortes recebeu R$ 91.626,00 e gastou R$ 18.935,35
  • Evandro de Freitas Oliveira recebeu R$ 243.050,00 e gastou R$ 204.426,22
  • Homero Marchese recebeu R$ 595.165,83 e gastou R$ 648.232,62
  • Professor Edmilson recebeu R$ 21.355,66 e gastou R$ 3.933,72
  • Rogério Calazans recebeu R$ 47.000,00 e gastou R$ 62.392,89
  • Ulisses Maia recebeu R$ 1.023.370,00 e gastou R$ 1.159.018,54
  • Valdir Pignata recebeu R$ 55.090,00 e gastou R$ 2.480,00

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.