Justiça concede liminar em pedido de recuperação judicial da Usina Santa Terezinha. Ação é de R$ 4,4 bilhões

Por: - 1 de abril de 2019

A juíza substituta da 4ª Vara Cível de Maringá, Roberta Scramim de Freitas, concedeu liminar ao pedido de recuperação judicial aberto pelo Grupo Usaçucar. Formado pela Usina Santa Terezinha, com sede no Distrito de Iguatemi, em Maringá, e mais 28 empresas, o grupo busca a recuperação judicial para equacionar uma dívida de R$ 4,49 bilhões.

Na petição inicial analisada pela juíza, o grupo econômico informa que passa por uma “crise econômico-financeira causada pela volatilidade econômica e mercadológica que ocorre no país nos últimos anos, porém possuem viabilidade financeira e operacional para a superação.”

A liminar obtida no processo de recuperação judicial garante a urgência pedida pelo Grupo Usaçucar para suspender todas as ações e execuções judiciais movidas, em especial os pedidos do Banco Votorantim.

Segundo a reportagem do Valor Econômico sobre o pedido de recuperação judicial feito pela empresa com sede em Maringá no dia 22 de março, o Banco Votorantim, credor de aproximadamente R$ 150 milhões, havia ingressado com tês pedidos de execução judicial.

Dentro da análise sobre a medida liminar deferida sobre o pedido de recuperação judicial, a juíza ponderou que o grupo empresarial tem conseguido “manter em dia o pagamento da folha de salário dos colaboradores no valor aproximado de R$ 24 milhões, as obrigações previdenciárias, além dos fornecedores de bens e serviços e as obrigações fiscais.”

A magistrada também ponderou que este não seria o momento adequado para “deferir o processamento da recuperação judicial, pois resta pendente a juntada de documentos.”

Ao mesmo tempo, Roberta Scramim de Freitas, destacou que se permitisse a tramitação das ações e execuções conta o grupo econômico, haveria problemas de grande monta. Ela ressalta que seria uma “medida que pode agravar a situação do grupo e ir em desencontro ao princípio da preservação”, prevista na lei que trata das recuperações judiciais.

Uma perícia prévia vai ser realizada junto ao grupo nos próximos dias. A decisão da juíza foi assinada no sábado (30/3) e o prazo para a perícia prévia é de sete dias a contar da notificação da parte autora.

Antes de ingressar com o pedido de recuperação judicial, o grupo econômico buscava um acordo com 18 instituições financeiras. O Usaçucar é a maior companhia sucroalcooleira do Paraná e uma das dez maiores do país.

É considerada a maior do segmento Açúcar e Etanol da região sul, está entre as cinco empresas do agronegócio que mais empregam e é terceira maior exportadora de açúcar do país. Acesse aqui um pouco da história que começou em 1961, em Maringá.

Quando do pedido de recuperação judicial, o grupo Usaçucar divulgou um comunicado à imprensa, aos fornecedores e empregados.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.